quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Réu condenado pelo Tribunal do Júri de Arneiroz

O Poder Judiciário da Comarca Vinculada de Arneiroz realizou nesta terça-feira, 12, mais um Júri Popular no Fórum daquela cidade, tendo como Réu, Paulo Antonio Sousa Viana, acusado de praticar crime de homicídio contra a vítima Antonio Paz Isidório da Silva. O fato aconteceu no dia 29 de dezembro de 2010, no Bar Wilson – situado na Avenida Virgílio Távora, em Arneiroz, quando o réu ceifou a vida da vitima a golpes de faca.  Após o crime o acusado foi preso e ficou encarcerado aproximadamente 5 meses, aguardando o júri em liberdade.

O julgamento presidido pela Juiza Dra. Leila, começou por volta das 9 horas e encerrou-se no inicio da tarde. Após os debates entre acusação e defesa, o conselho de sentença reconheceu por maioria de votos a materialidade e autoria delitiva e condenou o réu a 14 anos de reclusão em regime fechado, mas como o mesmo se encontra solto poderá recorrer em liberdade.

O Ministério Público foi representado pela Promotora Dra. Karine Mota que apresentou a tese de homicídio qualificado.

Já a defesa do réu foi representada pelo advogado tauaense Dr. José Viana de Abreu que defendeu a tese de legitima defesa.

O Próximo Júri Popular em Arneiroz esta marcado para o dia 19 deste mês, tendo como réu Francisco Isidório da Silva (Cheirin), acusado de tentar, com disparos de arma de fogo, contra a vida de Antonio Doge de Sousa Viana, fato ocorrido no centro da cidade de Arneiroz, também em 2010.

Por Flaviano Oliveira - repórter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento