domingo, 20 de outubro de 2019

PM prende em Parambu acusado de tentativa de latrocínio


Neste sábado, 19, por volta das 14h30, a Polícia Militar foi acionada via 190 para uma ocorrência de lesão corporal, na Rua Santa Rosa, centro de Parambu/CE e que a vítima teria sido socorrida para o Hospital local.Diante das informações, os policiais militares, Sargento Oliveira e Sargento Resende se deslocaram até o hospital de Parambú, onde localizaram a vítima, o senhor Luiz Gomes da Costa,71, casado, natural de Tauá, filho de Joaquim Gomes dos Prazeres e Raimunda Maria do Nascimento, residente na Rua Santa Rosa, 258, centro Parambu.

O mesmo se encontrava lesionado e disse aos PMs que se encontrava em sua residência, quando foi abordado por um rapaz conhecido por "GENIN", o qual lhe exigiu dinheiro, mas como a vítima não tinha o dinheiro exigido, o "GENIN" tentou contra sua vida com uma enxada, sendo que a vítima tentou se desviar, mas foi atingido na altura dos quadris. Em seguida "GENIN" se evadiu do local e a vítima foi socorrida por populares ao hospital.

Em seguida, os PMs diligenciaram e conseguiram efetuar a prisão do acusado Francisco Rodrigues Bezerra,29, solteiro natural de Pimenteiras/PI, residente na Rua C, s/n, conjunto Joaquim Noronha, Parambu.

As partes foram conduzidas para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá, onde foi constatado que o acusado é ex-presidiário e responde pelo crime de roubo e consta também várias denúncias de furto de criação.

Por Flaviano Oliveira - repórter.

Corpo de tauaense assassinado em MG está sendo trasladado para ser sepultado em Tauá


O corpo do tauaense Luis Evaldo Inácio de Oliveira, 46 anos, está sendo trasladado para ser velado e sepultado em Tauá. Ele foi assassinado na tarde da última sexta-feira, na cidade de Janaúba, MG, onde estava trabalhando como vendedor de cestas básicas. A previsão de chegada do corpo é ao meio dia deste domingo, 20, indo direto para o cemitério São Judas Tadeu de Tauá. A família pretende velar o corpo na capela do cemitério até as 15h para em seguida fazer o sepultamento.

A família de Luis Evaldo tem poucas informações sobre o assassinato. A única informação que chegou é que ele estava em um local na companhia de um companheiro de trabalho, quando chegou um homem armado e mandou o outro se afastar e efetuou vários tiros contra o tauaense. Ele estava trabalhando em Janaúba há um mês.

Repórter Edy Fernandes