quarta-feira, 17 de julho de 2024

Professora aposentada de Catarina morre em grave acidente, familiares ficaram feridos

 

Uma professora aposentada de Catarina, faleceu após ser uma das vítimas de um grave acidente, ocorrido na tarde dessa terça-feira (16), entre às cidades de Jucás e Saboeiro. Trata-se da senhora Ailda Braga, conhecida como Alda do Ademar. Ela era aposentada, mas continuava em atividade na Secretaria da Educação de Catarina. 

No mesmo veículo estavam o esposo de Ailda, o senhor Ademar, conhecido como Ademar da oficina, a filha do casal, Tiany e duas netinhas. O senhor Ademar, Tiany e uma das crianças se encontram internados em hospitais de Barbalha e Juazeiro. 

O corpo da senhora Ailda será trasladado para Catarina, conforme informação da empresa Catarina Funerais. A chegada ainda não tem horário previsto, o velório será em sua residência na rua Osterno Feitosa. A família ainda não definiu o horário do sepultamento. 

Repórter Edy Fernandes 


terça-feira, 16 de julho de 2024

Ceará Sem Fome: cozinhas do Interior recebem fogões industriais e refrigeradores

 


O Governo do Ceará entregou, nesta terça-feira (16), 237 fogões industriais e 50 refrigeradores a cozinhas do Programa Ceará Sem Fome atuantes em 73 municípios do Interior. A entrega ocorreu na sede da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), em Fortaleza, com as presenças do governador Elmano de Freitas; da primeira-dama e presidente do Comitê Intersetorial de Governança do Programa, Lia de Freitas; do procurador-geral de Justiça do Ceará, Haley Filho; do secretário da SDA, Moisés Braz; entre outras autoridades.

Os equipamentos foram adquiridos em parceria com o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da transferência de R$ 4,6 milhões oriundos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDID).

Elmano de Freitas agradeceu ao MPCE pela decisão de apoiar o combate à fome no Ceará. “Estamos entregando mais de 100 mil refeições todo dia ao povo cearense. Também estamos muito orgulhosos porque vamos dar um passo à frente, que é de garantir oportunidade de emprego e renda para as famílias que hoje recebem a quentinha”, enfatizou o governador.

A parceria para fortalecer o Ceará Sem Fome também foi destacada pelo procurador-geral de Justiça do Ceará, Haley Filho. “Os direitos à vida e à alimentação são a base da dignidade humana. O Ministério Público se orgulha de ser um dos apoiadores do Ceará Sem Fome, que é fruto do diálogo propositivo e contributivo entre o poder público e a sociedade civil, unindo esforços e recursos para combater a fome e a insegurança alimentar em nosso estado”, ressaltou.

Entre os critérios definidos para a disponibilização dos equipamentos foram considerados a situação atual dos equipamentos ou mesmo a carência de fogões e refrigeradores adequados para o trabalho das cozinhas. Outro ponto também é a quantidade de beneficiários em cada município. Essa avaliação foi realizada pela equipe técnica do Ceará Sem Fome junto às próprias cozinhas e também às Unidades Gerenciadoras.

Quem também comemorou a chegada do fogão industrial foi Ana Cássia Ferreira, 48, voluntária da Cozinha Mãos Quilombola, localizada no bairro Nova Aldeota, em Tauá, no Sertão dos Inhamus. A cozinha, segundo ela, surgiu da união dos voluntários da comunidade, da Associação Quilombola Consciência Negra e da Igreja Nossa Senhora de Fátima.

“Ao lado da Igreja, nós tínhamos um espaço com dois fogões caseiros. E cada um foi doando uma panela, um tacho, uma bacia maior. Assim a gente teve toda uma estrutura montada para dar esse início [no Ceará Sem Fome]. Depois, com recurso do Programa, compramos um freezer. O fogão industrial vai nos ajudar muito”, disse Ana Cássia.

Ceará Sem Fome

O Programa Ceará Sem Fome tem 1.080 cozinhas distribuídas em todas as regiões do estado, produzindo mais de 100 mil refeições diárias para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Além disso, o cartão do programa beneficia famílias que recebem, mensalmente, o valor de R$ 300 para aquisição de alimentos.

Fonte: Assessoria do Governo 

Justiça eleitoral convoca pessoas que irão trabalhar nas eleições 2024, na 19ª zona, Tauá e Parambu

 

O Cartório Eleitoral da 19ª Zona comunica aos eleitores de Tauá e Parambu que a Justiça Eleitoral iniciou o processo de convocação das pessoas que irão trabalhar nas Eleições 2024 como membros da Mesa Receptora de Votos e outras funções inerentes à realização do pleito.

Os eleitores convocados receberão a Carta Convocatória, por meio de um dos seguintes meios:

1. Endereço eletrônico (e-mail);

2. Aplicativo de mensagens (whatsapp);

3. Pessoalmente.

Quem for convocado por e-mail deverá emitir a Carta Convocatória no site do TRE/CE conforme as orientações recebidas na sua caixa de entrada do correio eletrônico https://www.tre ce.jus.br/eleicao/mesario/carta-convocatoria).  LINK

Outrossim, em alguns casos a comunicação pode cair nas caixas de spam ou lixo eletrônico, dai ser necessário que sejam verificadas as mensagens nessas caixas.

Na hipótese de não receber a convocação por e-mail, o eleitor poderá receber a convocação através de mensagem do Cartório Eleitoral via aplicativo WhatsApp.

Não sendo possível a convocação em meio eletrônico (e-mail ou whatsapp), o eleitor receberá a sua Carta Convocatória pessoalmente por pessoa credenciada pela Justiça Eleitoral.

Nas Cartas Convocatórias o eleitor receberá todas as orientações sobre o trabalho a ser realizado, tais como: horários, local de atuação, entrega de material e treinamento que poderá ser feito presencialmente em dia e local informado na carta ou por aplicativo de celular.

Por fim, os eleitores que tiverem dúvidas podem buscar orientações na Justiça Eleitoral por e-mail (ze019@tre-ce.jus.br) ou WhatsApp (85 3453 3519).

RELAÇÃO MESÁRIOS CONVOCADOS 

RELAÇÃO DE CONVOCADOS PARA OUTRAS FUNÇÕES 

Repórter Edy Fernandes