segunda-feira, 11 de abril de 2022

Câmara Municipal de Tauá aprova vários projetos em sessão ordinária

 

A Câmara Municipal de Tauá realizou nesta segunda-feira (11), a 13ª Sessão Ordinária da atual legislatura, sob o comando do Presidente Genival Coutinho. O destaque da sessão ficou por conta da votação de vários projetos, sendo que apenas um foi rejeitado. 

Três projetos de lei do legislativo de autoria do vereador Fúlvio Gonçalves, foram aprovados por unanimidade. O primeiro dispõe sobre a criação e expedição da carteira de identificação Estudantil, CIE, o segundo institui o cadastro de profissionais portadores de deficiência do Município e o terceiro dispõe sobre a denominação da Travessa Alfredo Ferreira Vale, no bairro Alto Brilhante. 

Dois projetos de decreto legislativo foram também aprovados por unanimidade. O primeiro é de autoria do vereador Felipe Viana, concedendo titulo de cidadania tauaense a Francisco Haroldo Gonçalves, que é Personal Trainer e atua e mora em Tauá há vários anos. O segundo, de autoria do vereador Érico Lima, concede título de cidadania tauaense ao Secretário Escolar Carlos Oliveira Lima. 

De autoria do vereador Érico Lima foi aprovado projeto de resolução concedendo a Luiza Gabriela Gomes Frota, a Medalha do Mérito Legislativo, prefeito Antônio Jatai Sobrinho. Ela é fisioterapeuta e tauaense  e recentemente foi agraciada com a Medalha da Abolição, como integrante da equipe que criou o capacete Elmo. Foi aprovado projeto de autoria dos vereadores Vony Sousa e Érico Lima, projeto que denomina de Damiana Batista Lima, a estrada municipal que liga a CE-187 a localidade de Lustal II. 

O único projeto rejeitado foi de autoria do vereador Raimundo Olanda, que dispõe sobre a alteração do artigo 21 da lei Municipal 1758 de 2010, acrescenta o inciso III. O projeto foi considerado inconstitucional pelas comissões técnicas e no plenário recebeu 04 votos favoráveis, 08 contra e uma abstenção. 

CONFIRA A PAUTA DA SESSÃO

ASSISTA A SESSÃO

Repórter Edy Fernandes 

2 comentários:

  1. Rapaz... realmente esses senhores fazem um trabalho acima da média...
    O dinheiro dos nossos impostos sendo bem investido.

    Kkkk

    ResponderExcluir
  2. Interessante esclarecer aos servidores sobre esse cadastro de profissionais portadores de deficiência e que seja realmente realizado. Geralmente no RH, ninguém sabe informar praticamente nada sobre determinados trâmites.

    ResponderExcluir

Botões de Compartilhamento