sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022

68 escolas estaduais em todo o Ceará passarão a funcionar em tempo integral, uma delas é em Tauá

 

Ao todo, 68 escolas estaduais em todo o Ceará passarão a funcionar em tempo integral, conforme anúncio do governador Camilo Santana, realizado na manhã desta sexta-feira (11), no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. Também estiveram presentes a vice-governadora Izolda Cela; a secretária da Educação do Ceará, Eliana Estrela; o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão; os prefeitos, profissionais da educação e estudantes das cidades contempladas; além de deputados estaduais e federais.

O governador ressaltou que ampliação é parte de uma política continuada de educação que tem desenhado um novo futuro para as próximas gerações. “Nós tínhamos uma meta de chegar até o fim de 2022 com 50% das nossas escolas regulares do Ensino Médio em tempo integral. Alcançamos essa meta em 2021. Agora, estamos lançando 68 novas escolas, chegando a aproximadamente 60% das escolas do Ensino Médio em tempo integral. Nós consideramos que é uma estratégia fundamental. A educação é o caminho para as transformações no País e no Ceará”, enfatizou.

Do total de novas escolas, 60 são Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTIs) e 8 são Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs). Agora, a rede pública contabiliza 392 escolas que ofertam a jornada prolongada, de sete a nove horas, garantindo até três refeições diárias, beneficiando mais de 130 mil estudantes cearenses.

Entre as escolas em tempo integral, estão incluídas 15 novas unidades de ensino que passarão a funcionar em 2022. Com isso, o número total de escolas da rede pública estadual saltará de 731 para 746 unidades de ensino. Em Fortaleza, no total são 60 escolas com esta modalidade de ensino.

No Ceará, as escolas profissionais ofertam o Ensino Médio integrado a cursos técnicos. Já as EEMTIs possuem currículo composto de formação geral básica e itinerários formativos, que compreendem disciplinas eletivas e projeto de vida. Com as novas oito unidades, o Ceará soma 131 escolas de ensino profissional, beneficiando mais de 58 mil estudantes em 111 municípios.

Uma novidade para os alunos das EEEPs é a oferta de novos cursos técnicos, como Sistemas de Energias Renováveis; Desenvolvimento de Sistemas; e Computação Gráfica.

O tempo integral é uma estratégia que faz parte do Ceará Educa Mais, programa desenvolvido por meio da Seduc, que é constituído de 25 ações destinadas à contínua melhoria da qualidade da educação cearense.

A maioria das EEMTIs está localizada entre os municípios com maiores índices populacionais. As escolas foram distribuídas em áreas consideradas mais vulneráveis.

Uma das novas escolas de tempo integral é de Tauá, a EEMTI Francisco Mizael Cavalcante, localizada no Distrito de Marruás.

Fonte: Governo do Ceará 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento