terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Crateús ganha a quinta base da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas no Ceará

 

O Governo do Ceará segue avançando no processo de regionalização das forças de segurança pública, levando para cada vez mais perto da população seus serviços. Na tarde desta terça-feira (14), foi inaugurada mais uma base da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que vai auxiliar no trabalho de policiamento, assim como também no resgate aeromédico, entre outros. O investimento na compra de equipamentos foi de quase R$ 2 milhões. Esta foi a quinta base entregue pelo Estado. Antes, foi a vez de Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral e Quixadá.

O governador Camilo Santana disse que, assim como fez na saúde e na educação, descentralizando os serviços, colocou a regionalização no planejamento da segurança pública e, hoje, entrega mais um equipamento para auxiliar nesse trabalho. "Quando assumi o governo nós só tínhamos uma base da Ciopaer, lá em Fortaleza. Inauguramos no Cariri, Quixadá e Sobral, todas com helicóptero 24 horas. E, aqui, estamos inaugurando a quinta base. Serão 17 municípios atendidos", informou o chefe do Executivo estadual.

"Além disso, vai transportar pessoas com problema de saúde. Temos todos os equipamentos para colocar pacientes e transportá-los aqui da região para outro hospital que tenha o suporte. É por isso que vai ter médico aqui 24h para atender e a ajudar a salvar vidas da população de Crateús e região", reforçou Camilo, ao comentar sobre outras funções que serão cumpridas pela base da Ciopaer.

A nova unidade prestará atendimento em todos os municípios do Sertão de Crateús, além de Quiterianopólis, Tauá, Parambu e Croatá. Sua estrutura conta com base operacional, área de resguardo de aeronaves, sala de armas e de comando, hangar, galpões para estocagem de combustível e sala de oficina e manutenção. A base vai contar, diariamente, com o trabalho de 12 a 15 profissionais, envolvendo pilotos, mecânicos e socorristas. Com a nova unidade, o tempo máximo para que uma aeronave no Ceará chegue ao local da ocorrência chamada será diminuído, aumentando a eficiência.

"A gente veio para dar esse apoio à população e aos demais municípios que estejam na abrangência dessa nossa nova base. A nossa pretensão é diminuirmos o tempo resposta para, no máximo, 30 minutos até o sinistro que esteja mais distante da base", informou o tenente coronel Fernando Oliveira, que vai comandar a Ciopaer de Crateús. De início, a unidade contará com um helicóptero e, depois, receberá o reforço de mais uma aeronave.

Atualmente, a Ciopaer possui nove helicópteros (um EC130 B4, dois AS350B2 esquilo, três Airbus EC135 e três EC145) e um avião modelo Cessna 210. "Nenhum estado do país tem a frota de aeronaves que o Ceará tem para atender a sua população", enalteceu Camilo Santana. Ao todo, são 153 profissionais divididos entre as cinco bases, realizando o patrulhamento ostensivo e policial, além das missões aeromédicas, por meio de uma atuação integrada com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Ceará. Nos 11 primeiros meses de 2021 a Companhia totalizou 2.055 horas de vôo, que resultaram em 435 missões policiais e 159 transportes aeromédicos.

Participaram também da solenidade o secretário executivo da Segurança Pública e Defesa Social, Samuel Elânio, os comandantes-geral Márcio Oliveira (Polícia Militar), Ronaldo Roque (Bombeiros Militar) e Ronaldo Pires (Ciopaer), Eliana Lima, diretora-geral do Samu, além dos deputados estaduais, Walter Cavalcante, Queiroz Filho e Jeová Mota. Lideranças da região também compareceram ao evento.

Fonte: Governo do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento