segunda-feira, 22 de novembro de 2021

Câmara Municipal de Tauá realiza mais uma longa sessão com muitas matérias e debate sobre a inscrição de chapas

 


Comandada pelo Presidente, Helder Castelo, a Câmara Municipal de Tauá realizou nesta segunda-feira (22), mais uma longa sessão ordinária. Muitas matérias e o debate entre os parlamentares, em alguns momentos até de forma acalorada, prolongou os trabalhos legislativos. 

O maior debate entre os parlamentares, foi em relação ao protocolo das chapas que vão disputar a sucessão da mesa Diretora da Câmara, para o ano de 2022. O vereador Fúlvio Gonçalves, que encabeça uma das chapas, foi a tribuna onde questionou o protocolo de inscrição da chapa encabeçada pelo vereador Genival Coutinho. Segundo ele, protocolou sua chapa, dentro do prazo legal, antes das 13h do dia 12 de novembro, 15 dias antes da eleição, mas a chapa concorrente teria sido protocolado fora do expediente do legislativo. Vários apartes foram feitos ao pronunciamento, inclusive do próprio Presidente da Câmara Helder Castelo, que garantiu lisura e legalidade nos processos de protocolos das chapas. O vereador Luiz Tomaz, também em aparte disse que o regimento interno foi cumprido já que diz que até o final do dia pode-se fazer a inscrição da chapa. O assunto voltou a tona em pronunciamento do vereador Genival Coutinho, que garantiu total lisura na inscrição da chapa encabeçada pelo mesmo. 

O Presidente Helder Castelo também ocupou a tribuna na sessão desta segunda, quando destacou o projeto de lei de sua autoria, que institui o plano de cargos e carreira e salários dos servidores do legislativo. Segundo ele, A Câmara realizou concurso público em 2007, contando com 16 servidores concursados, que estão com seus salários defasados, entre 10 a 20%, por conta da falta de um PCCS. Essa injustiça precisa ser corrigida, já que sem o plano o poder legislativo fica impedido de conceder maiores reajustes. 

Vários projetos foram aprovados na ordem do dia da sessão, como o que dispõe sobre o Plano Plurianual do Município de Tauá, para o quadriênio 2022/2025 e o que estima a receita e fixa despesas para o exercício financeiro de 2022. 

Dois projetos de decreto legislativo, de autoria do vereador Ronaldo Filho, foram aprovados por unanimidade. Os projetos concedem titulos de cidadania tauaense para os médicos Sandro Helbe Meneguelo e Paulo Oberlindo Costa Fernandes . 

VEJA A PAUTA DA SESSÃO

ASSISTA A SESSÃO

Repórter Edy Fernandes 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento