quarta-feira, 13 de abril de 2022

Tauaense recebe homenagem no Estado de Pernambuco

O Complexo de Operações da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), em Ouro Preto, no Morro do Peludo, foi inaugurado na manhã desta quarta-feira (13). A atração do equipamento, que funciona como a coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), para a Marim dos Caetés, é fruto de parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado. Todo planejamento estratégico para as operações especiais da Polícia Civil em Pernambuco é traçado no local. O Complexo de Operações da PCPE tem aproximadamente 73 mil m² de área e é composto por cinco blocos que somam 2.600 m² de área construída, sendo um dos maiores complexos policiais do Nordeste.

“Com esse equipamento teremos condições de reforçar e dar atenção ainda maior aos municípios da Região Metropolitana Norte, para que as respostas em relação à violência sejam dadas com mais efetividade. Enquanto tivermos violência, precisamos investir cada vez mais na estruturação, na valorização dos profissionais e, acima de tudo, nas ações de inteligência, que possam fazer com que o crime não aconteça”, destacou Paulo Câmara (PSB).

Acompanhado pelo governador de Pernambuco e pelo vice-prefeito de Olinda, Márcio Botelho, além de outras autoridades, o prefeito Professor Lupércio (Solidariedade) vistoriou as instalações e destacou a importância do equipamento. "A Polícia Civil de Pernambuco está cada vez mais realizando um trabalho de proximidade com a população. Esse Complexo de Operações integra esse planejamento e entrega uma excelente infraestrutura para Olinda e Pernambuco", afirmou o gestor.

No local funcionarão a Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva; a Coordenação de Planejamento Operacional (CPO), que contará com a estrutura de 12 cartórios, armaria, alojamentos, carceragem, restaurante, auditório e um posto  do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB); além de já estarem funcionando a 7ª Delegacia Seccional de Polícia – Olinda, vinculada à Diretoria Integrada Metropolitana (DIM); a Divisão de Homicídios Metropolitana Norte, ligada à Diretoria Integrada Especializada (DIRESP); e o Grupo Tático do Comando de Operações Especiais (CORE) já tinham sido entregues.

HOMENAGEM

O Complexo de Operações da Polícia Civil de Pernambuco recebeu o nome do Delegado Especial Antônio Araújo Feitosa. Nascido em 13 de novembro de 1950, no município de Tauá, no Ceará, ele ingressou na Polícia Civil de Pernambuco em 28 de julho de 1982, e estava aposentado quando faleceu, em 19 de março de 2021. O delegado ocupou importantes cargos na segurança pública. Foi subchefe da PCPE, diretor geral de Operações da Polícia Judiciária da Corporação e diretor executivo da extinta SSP. Atuou ainda em delegacias especializadas, unidades do interior e da Região Metropolitana do Recife.

O filho do tauaense que era conhecido como Tuí, Paulo Guilherme, representou a família na solenidade. 


Fonte: Diário do Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento