terça-feira, 19 de abril de 2022

Garoto de 03 anos morre em Itatira e família acusa médico de negligência

 

Um influenciador digital de Itatira, no Norte do Ceará, acusa um médico da rede municipal de negligência após o irmão, de três anos, falecer nessa segunda-feira (18). A criança havia dado entrada três vezes com febre e dor de cabeça. Contudo, ele alega que o menino teve os sintomas agravados e não recebeu suporte adequado. O caso fez a Secretaria Municipal da Saúde afastar o médico responsável pelo atendimento.

Segundo Paulo Henrique, que se autointitula como o "blogueiro do sertão", o irmão João Gabriel Sousa da Silva foi levado ainda na noite do domingo (17) ao Hospital Silva Guerra, no distrito de Lagoa do Mato, onde passou por triagem e recebeu uma injeção para febre.

"O médico nem olhou a garganta dele. A febre não baixava de jeito nenhum. As enfermeiras mandavam dar banho e nada. O médico estava lá, mas nem olhou mais o meu irmão. Fomos ao enfermeiro que passou outro remédio e só assim a febre baixou e fomos liberados", relata PH, supervisionado pelo padrasto, Thiago Martins, de 32 anos.

Sintomas agravados

Já em casa, poucas horas depois, a criança apresentou os mesmos sintomas acompanhados de uma dor intensa na barriga. A família decidiu retornar com ele à unidade e teve dificuldade para acessar o médico.

"Veio com cara ruim e prescreveu mais duas injeções. Minha mãe não aceitou a injeção e pediu para transferi-lo, mas o médico ficou calado. Meu irmão melhorou e a gente voltou de novo para casa".

A situação do pequeno piorou por volta das 7h dessa segunda-feira (18), quando a temperatura corporal atingiu 40º e os procedimentos clínicos mudaram rapidamente. Paulo Henrique diz que o irmão foi atendido às 7h e recebeu soro. Ao meio-dia ele já estava no oxigênio e depois na sala de reanimação", contou.

O irmão do influenciador chegou a ser transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) móvel, mas já estava "praticamente morto". PH não soube informar para onde a criança seria levada. O menino ficou cerca de uma hora na ambulância e já retornou sem vida.

Conforme o padrasto da criança, a esposa precisa de assistência médica desde a hora que soube da morte do filho. "Está muito abatida, já desmaiou várias vezes. Neste momento, ela está amparada por amigos e uma enfermeira", afirmou o agricultor, complementando que a família acionará a Justiça contra o médico.
 
O que diz a Prefeitura de Itatira

Em nota publicada nas redes sociais, a Secretaria Municipal da Saúde lamentou o falecimento de João Gabriel, que é aluno da rede pública, e garantiu estar "tomando todas as providências e medidas para apurar o procedimento". Enquanto busca os "meios cabíveis", a Pasta decidiu afastar o profissional que atendeu a criança.

"Afastamos temporariamente o médico que fez o atendimento a criança, e estamos acompanhando o caso para que de forma justa e verdadeira possamos dar uma resposta a família e a nossa sociedade itatirense", diz o comunicado.

A Secretaria de Educação e Cultura de Itatira também divulgou nota adiando a abertura dos Jogos Escolares 2022 e a inauguração do museu da cidade. A nova data será definida e divulgada em momento oportuno.

A Polícia Civil (PC-CE) informou que uma equipe da Delegacia Regional de Canindé esteve no hospital, na manhã desta terça-feira (19), para "notificar o médico e outros funcionários para serem ouvidos a respeito da morte da criança".

Fonte: Diário do Nordeste 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento