quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Governador anuncia mudanças em decreto para combater a pandemia


Em live realizada na noite desta quarta-feira (5), o governador Camilo Santana (PT) anunciou novas medidas de prevenção no Ceará, tendo em vista o aumento da taxa de positividade de testes para Covid-19 e dos casos de síndromes gripais no Estado.

Conforme o chefe do Executivo, os eventos festivos e sociais com controle de acesso — tais como shows, formaturas, casamentos, aniversários e encontros corporativos — terão a capacidade de pessoas reduzida a 10% do total permitido atualmente.

Em locais fechados, a capacidade máxima será de 250 pessoas. Nos ambientes abertos, o limite será de até 500. Até hoje, os limites são de 2.500 e 5.000 pessoas, respectivamente.

O decreto será publicado ainda nesta quarta em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE) e valerá já a partir desta quinta-feira (6). Inicialmente, a mudança vai valer durante 30 dias.

"E todos os eventos deverão cumprir todos os protocolos sanitários, incluindo a cobrança do passaporte de vacinação", acrescentou Camilo, endossando ainda a importância da vacinação.

"Os casos das pessoas que têm contraído Covid que estão vacinadas os sintomas, geralmente, são leves. A grande maioria das pessoas que estão sendo internadas ou que estão precisando de unidades hospitalares ou de enfermarias ou UTIs são pessoas que não se vacinaram, que não tomaram a segunda dose ou que não tomaram a terceira dose, a dose de reforço".

Suspensão das festas de Carnaval
O governador também anunciou a suspensão de todos os eventos de Carnaval e Pré-Carnaval em todo o Estado do Ceará

A transmissão ao vivo contou com a presença do secretário estadual da Saúde Marcos Gadelha, e ocorreu após reunião de Camilo com prefeitos cearenses.

Terceira onda da pandemia
Marcos Gadelha afirmou à TV Verdes Mares na terça-feira (4) que o atual contexto epidemiológico da Covid-19 no Ceará aponta para uma "terceira onda" da doença, tendo em vista o "aumento de casos" nos municípios.

Segundo dados do IntegraSus, o estado investiga 23.067 casos da doença em meio aos 957.498 confirmados desde o início da pandemia em 2020. Até agora, 24.823 morreram após complicações da doença, nenhuma delas nas últimas 24 horas.

Fonte Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento