quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Caixa deposita o Auxilio Emergencial retroativo para pais solteiros

Nesta quinta-feira (13), a Caixa Econômica Federal realizou pagamentos referentes à cota complementar do Auxílio Emergencial a 823,4 mil pais solteiros ou chefes de família que criam os filhos sozinhos, sem cônjuge, companheira ou companheiro.

A informação foi divulgada pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais do banco, na tarde desta quinta.

Para ter direito ao complemento, o pai de família monoparental deve ter sido beneficiário do Auxílio Emergencial pago entre abril e agosto de 2020.

O pagamento foi realizado em parcela única no aplicativo Caixa Tem e os valores recebidos podem variar de R$ 600 a R$ 3 mil, visto que correspondem às cinco parcelas pagas no ano retrasado.

"Em 2020, o primeiro momento do Auxílio Emergencial era de parcelas de R$ 600 por mês. Então, aqui, dependendo de quando os pais começaram a receber, por isso que os valores são de R$ 600 a R$ 3 mil. R$ 600 se é um mês, R$ 3 mil se foram os cinco meses", detalhou o presidente da Caixa.

Consulta Auxílio
A consulta da situação do benefício pode ser realizada no site Consulta Auxílio, do Ministério da Cidania.

Segundo Pedro Guimarães, não há necessidade de cadastramento. "Esses créditos [da cota complementar] foram realizados automaticamente". 


Fonte Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento