sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Operação Carcará prende 9 integrantes de um grupo criminoso ligado ao tráfico de drogas em Saboeiro

 

Nove pessoas suspeitas de integrar uma organização criminosa foram capturadas na cidade de Saboeiro, região Sul do Ceará, nesta quinta-feira (16), durante a segunda fase da Operação Carcará deflagrada pela Polícia Civil. O grupo atuava no tráfico de drogas e na lavagem de dinheiro no município. Contudo, o líder do bando, que possui o único mandado de prisão pendente, não foi capturado.

O cerco foi feito por 40 policiais da Delegacia Regional de Iguatu ainda na madrugada, mas a ofensiva contra o grupo, terminou somente às 12h. Os detidos estavam em casas separadas e não resistiram à prisão, segundo o delegado Marcos Sandro, titular da unidade.

"Foram 7 homens e 2 mulheres. Alguns deles são envolvidos em lavagem de dinheiro, outros na distribuição e coleta de tráfico de drogas em Saboeiro e Iguatu", informou.

O chefe da organização, identificado como Islan Murilo Casssimiro Oliveira, de 28 anos, está foragido. A suspeita é de que ele esteja morando em outro Estado. A Polícia seguirá em diligências na tentativa de capturá-lo.

SOLTURA

A primeira fase da Operação Carcará foi desencadeada em 26 de julho do ano passado, quando 13 pessoas foram detidas suspeitas de integrar uma organização criminosa ligada a homicídios, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

No entanto, em março deste ano, a Vara de Delitos de Organizações Criminosas decidiu soltá-los sob o argumento de que houve excesso no prazo da prisão preventiva.

"Sendo assim, não tenho referido prazo como razoável e proporcional para uma prisão cautelar. Fere o princípio da razoabilidade adiar a prestação jurisdicional aos acusados", justificou o juiz.

"Saboeiro é uma cidade pacata, de 12 mil habitantes, mas no ano de 2020 essa facção começou a agir lá e assassinou 15 pessoas em pouco mais de quatro meses. Essas mortes estariam atreladas ao tráfico de drogas", disse o delegado à reportagem.

Fonte: Diário do Nordeste 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento