sábado, 26 de junho de 2021

Dataprev abre novo período de contestação a quem teve auxílio emergencial negado

 

Após a inclusão de mais 106 mil trabalhadores, o Dataprev liberou um novo período de contestação para os beneficiários inclusos no terceiro lote do auxílio emergencial 2021, que tiveram o pedido negado. O prazo para solicitar nova análise segue até o dia 3 de julho.

Segundo o Ministério da Cidadania, o beneficiário também poderá contestar, caso o pagamento venha a ser cancelado em função do processo de reavaliação mensal, mesmo após o recebimento da primeira e da segunda parcelas.

O sistema só deve aceitar a contestação de casos em que é possível haver nova atualização na base de dados da Dataprev.

Por exemplo: se constar nas bases do governo que o cidadão recebe seguro-desemprego ou algum benefício assistencial, mas não for a realidade, será possível pedir a revisão.

A Caixa Econômica começou a liberar a terceira parcela do auxílio emergencial ao público geral no último domingo (20) para trabalhadores nascidos em janeiro.

Já a data de saque em espécie se inicia no dia 13 de julho e segue até o dia 12 de agosto. No entanto, vale lembrar que o Banco Central informou que, desde o dia 30 de abril, os beneficiários poderão usar o Pix para movimentar o dinheiro recebido.

COMO CONTESTAR?

Faça a consulta do auxílio emergencial 2021 no site da Dataprev e verifique a situação. Para acessar o sistema, é preciso informar CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

Caso o resultado seja “inelegível”, e o cidadão entender que a situação descrita na mensagem do governo federal está errada ou já se alterou, deve fazer a contestação.

Sendo assim, é preciso clicar em "Contestar" e, depois, confirmar o pedido. A Dataprev realizará um novo processamento das contestações a partir de dados mais atualizados em suas bases.


Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento