sexta-feira, 21 de maio de 2021

Jovens lançam documentários contando fatos históricos de Tauá

 

Os jovens Nicolas Oliveira como Diretor, Sergio Segismundo como Produtor e Taynária Romão como Produtora Executiva, estão lançando dois documentários. 

O primeiro é o Documentário Paladino dos Inhamuns traz a dimensão cultural do sertanejo local, contando fatos históricos da cidade de Tauá e como ela se desenvolveu ao longo dos anos através da forma produtiva tradicional do homem do campo, nesse episódio em especial é tratado o Queijo Qualho de Tauá, um dos melhores queijos produzidos no Estado, o documentário concentra estudos e pesquisas que certificam o queijo, além da produção caseira e tradicional na cidade.

A produção conta com Nicolas Oliveira como Diretor, Sergio Segismundo como Produtor e Taynária Romão como Produtora Executiva.

O segundo é o Documentário sobre os animais da Megafauna extintos na Região dos Inhamuns, baseados em achados fósseis nos anos 90 e 2000.

Graças as contribuições de Joaquim de Castro Feitosa, fundador do Museu, foi possível atrair os olhos de pesquisadores de todo mundo para Tauá, fomentando a pesquisa aprofundada de identificação e datação desses animais da Megafauna.

A produção conta com Sergio Segismundo como Diretor, Nicolas Oliveira como Produtor e Taynária Romão como Produtora Executiva.

A visão principal desse documentário é trazer a tona o grandioso patamar que Tauá se insere com essas descobertas, além de fazer incisivo questionamentos e provocações sobre o aparente fim dessas pesquisas e falta de incentivos para a constituição de uma cidade que poderia ser palco do turismo científico mundial.

PALADINO DOS INHAMUNS

MONSTROS DO BARRO VERMELHO


Um comentário:

  1. Isto é muito gratificante , a juventude voltando os olhos para a origem de tudo , espero sinceramente que os demais jovens Tauaenses e dos demais municípios que integram a micro região dos Inhamuns ,reflitam sobre o que lhes dá mesmo mais satisfação e o prazer de sentirem-se verdadeiramente úteis : fazer algo produtivo para a nossa cultura e aprendizado e distribuir ao mundo , pois conhecimento não pode ficar armazenado , tem que ser espalhado para o mundo conhecer e fazer juízo de valor , ou se entregar ao ócio e a vícios que degradam a humanidade . Parabéns a todos os envolvidos nesta tarefa tão feliz e produtiva .

    ResponderExcluir

Botões de Compartilhamento