quinta-feira, 6 de maio de 2021

Dataprev encerra hoje (6) prazo de contestação do 3º lote do auxílio emergencial

 

Os beneficiários inclusos no terceiro lote do novo auxílio emergencial, liberado no último dia 26 de abril, e que foram negados, poderão contestar a resposta final até hoje (6), no site da Dataprev.

Vale ressaltar que o sistema só deve aceitar a contestação de casos em que é possível haver nova atualização na base de dados da Dataprev. Por exemplo: se constar nas bases do governo que o cidadão recebe seguro-desemprego ou algum benefício assistencial, mas não for a realidade, será possível pedir a revisão.
 
COMO CONTESTAR

A contestação é feita no mesmo site da consulta. O sistema só vai aceitar critérios passíveis de contestação, que são os que permitem atualização de bases de dados da Dataprev. Neste caso, basta clicar em "Solicitar contestação".

Feita a contestação, a Dataprev fará uma reanálise do cadastro com as novas informações do trabalhador. A análise não tem prazo, por isso é importante conferir o site de consultas diariamente. Até as 13h desta segunda, o Portal de Consultas registrou mais de 65,4 milhões de acessos.

O auxílio emergencial 2021 só será pago aos trabalhadores que tinham o direito reconhecido em dezembro do ano passado e se encaixam nas regras deste ano.

Inicialmente, serão contemplados cerca de 40 milhões de famílias. O benefício pode ser ampliado se houver novas discussões no Congresso Nacional a respeito de limites fiscais, em função do cenário de pandemia, segundo o Ministério da Cidadania.​

QUAIS OS CONTATOS PARA CONTESTAR AUXÍLIO NEGADO

É possível entrar em contato com ministério pelo telefone 121 e pela Ouvidoria por meio de formulário eletrônico. Outra opção é enviar uma carta para o endereço: SMAS - Setor de Múltiplas Atividades Sul Trecho 03, lote 01, Edifício The Union, térreo, sala 32, CEP: 70610-051 - Brasília/DF.

NOVO LOTE PAGAMENTOS

Neste novo lote de processamento, 206.126 famílias foram consideradas elegíveis a receber o benefício e terão as transferências nas constas digitais seguindo o calendário dos novos pagamentos.

O valor a ser investido pelo Governo Federal no pagamento de cada parcela para este novo público é de R$ 40,26 milhões. Vale lembrar que o Congresso Nacional autorizou um investimento de R$ 44 bilhões no Auxílio Emergencial 2021.

O modelo de escalonamento das transferências, adotado no ano passado, segue com o objetivo de evitar filas e aglomerações nas agências da Caixa e nas lotéricas. A estimativa é de que as quatro parcelas do benefício cheguem a cerca de 40 milhões de famílias.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento