terça-feira, 20 de outubro de 2020

Reconhecido corpo que deu entrada sem identificação no IML de Tauá

 

Um homem que estava desaparecido foi encontrado sem vida na Serra de Catarina com sinais de violência, espancamento na cabeça, possivelmente vítima de assassinato. O fato foi confirmado pela família após o reconhecimento junto ao IML de Tauá, depois de dois dias que o corpo que tinha sido recolhido pelo Rabecão da Pefoce e até então estava sem a devida identificação.

O achado de cadáver foi registrado na manhã do último sábado, 17, na Serra de Catarina - às margens da CE que liga Catarina a Acopiara, porém, a vítima estava sem documentos. Uma tia da vítima compareceu a Delegacia de Polícia na tarde desta segunda-feira,19, e informou que seu sobrinho Cicero Holanda Cavalcante estava desaparecido, e soube que o Rabecão tinha ido a Catarina recolher o corpo de uma pessoa sem identificação, e com isso, a mesma foi ao Núcleo da Perícia Forense e fez o reconhecimento do Cicero Holanda, que residia no Sítio Saquinho - município de Acopiara, situado próximo a Catarina.

Segundo a senhora, que mora na cidade de Catarina, o seu sobrinho sempre que podia ele ia até a casa dela onde se alimentava e passava o final de semana. Mas na data em que ele foi encontrado morto, o mesmo não apareceu em sua casa e no domingo o patrão dele teria ligado pra ela a procura do agricultor devido ao sumiço repentino dele, onde ninguém tinha mais visto o mesmo, onde passaram a cogitar ser Cicero a pessoa encontrada morta no matagal às margens da rodovia.

Cícero Holanda tinha 45 anos, era casado e natural de Mombaça. O corpo foi liberado do IML na noite de ontem e o velório foi realizado em Catarina. O sepultamento ocorreu no cemitério do distrito de Vicente - Mombaça no início da manhã de hoje.

A Polícia Civil vai apurar o caso.

Por Flaviano Oliveira - repórter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adsense

Botões de Compartilhamento