segunda-feira, 23 de março de 2020

Começa em Tauá a campanha de vacinação contra a gripe


A Prefeitura Municipal de Tauá por meio da Secretaria de Saúde informa que o Ministério da Saúde antecipou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza como estratégia de diminuir a quantidade de pessoas com gripe nesse inverno. Em Tauá a Campanha começa no dia 23 de março priorizando os idosos nessa primeira etapa, mesmo diante da não eficácia da vacina de Influenza contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a COVID 19, além disso, ainda considera os dados que apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, e a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns, que dependendo da gravidade pode levar a óbito. Os profissionais da Saúde também formam o público-alvo da primeira etapa. Precisamos proteger os mais vulneráveis e os que estão na linha de frente no atendimento.

O Programa Nacional de Imunizações do Brasil (PNI) colocou etapas diferentes para cada público alvo. No dia 16 de abril até 22 de maio acontece a Segunda Fase de Vacinação para os professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

A Terceira Fase, iniciando sábado Dia D que será dia 09 de maio, seguindo até o dia 22 em que serão vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, grávidas, mães no pós-parto, pessoas com 55 anos ou mais, população privada de liberdade, jovens com medidas socioeducativas, população indígena e pessoas com deficiência.

Para a campanha nacional, o Instituto Butantan produziu 75 milhões de doses que previnem contra os três tipos de vírus de influenza que mais circularam no ano anterior. Historicamente a campanha de vacinação contra gripe (Influenza) acontecia na segunda quinzena de abril, mas será realizada com antecedência, pelo momento que o mundo passa no combate ao coronavírus e em virtude da sequência de confirmação de casos no país. A antecipação foi possível por meio de esforço conjunto do Ministério da Saúde, do Instituto Butantan, produtor da vacina e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) diante da situação de Emergência Internacional de Saúde Pública pelo coronavírus.

As influenzas A e B são mais comuns que o coronavírus e a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe diminui a situação endêmica dos vírus respiratórios no país, por isso é tão importante que as pessoas que fazem parte do público-alvo de cada Fase da Campanha procurem uma unidade de saúde, porém não precisa correr aos postos de saúde. Não serão permitidos filas ou aglomerações. É preciso que a população de idosos, nessa primeira fase, tenha calma e procure sua Unidade Básica de Saúde ao longo da semana, sem pressa, sem urgência. "Importante é evitar filas e aglomerações de pessoas" Alerta o Secretário de Saúde de Tauá. "Cada Unidade de Saúde organizará seu fluxo de vacinação que será informado nas mídias e na comunidade" refere à Coordenadora de Imunização do Município.

Com informações do NIC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adsense

Botões de Compartilhamento