segunda-feira, 6 de maio de 2019

Professores e alunos do IFCE de Tauá fazem manifestação contra o corte de verbas para o Instituto


Professores e alunos do Campus do IFCE de Tauá,fizeram uma manifestação no final da tarde desta segunda-feira,06,contra o corte de 30% dos recursos destinados para o Ministério da Educação,que atinge diretamente instituições como os Institutos Federais.O movimento acontece através de uma rede espalhada pelo País,atingindo a mais de 600 municípios.A manifestação percorreu ruas da cidade,capitaneada pelo diretor do Instituto,professor Neto e foi até a Câmara Municipal,no momento que acontecia a sessão ordinária do legislativo tauaense.

Em apoio a manifestação a Câmara Municipal aprovou um requerimento que será enviado aos parlamentares federais,pedindo apoio contra o corte de recursos.O presidente da Câmara,Valdemar Junior realizou um pronunciamento em apoio a manifestação,sendo aparteado por vários parlamentares.O diretor do Instituto,professor Neto,também ocupou a tribuna,chegando a se emocionar.Segundo ele,o que se pede é apenas a manutenção dos recursos,para que o IFCE continue prestando um serviço de qualidade para a população.

A previsão de corte atinge seriamente o IFCE de Tauá,chegando ao montante de R$ 450. 000, 00 do custeio,por ano.Já havia um déficit de 400.000,00 na assistência ao aluno.Com esse corte,serão demitidos terceirizados e outros deixarão de ser contratados.Serão reduzidas visitas técnicas de alunos, capacitação de servidores e corte de almoço e merenda de alunos.Haverá cortes na manutenção do Campus  e nos investimentos.O Capital para obras e materiais permanentes estão zerados e como exemplo o pregão para contratação de terceirizados já foi cancelado.Cursos de extensão serão prejudicados e novos cursos ficam sem previsão de continuidade de criação.

Repórter Edy Fernandes




Um comentário:

  1. Não adianta ,perca de tempo, já está feito . O que temos que fazer é aprendermos à votar.

    ResponderExcluir

Botões de Compartilhamento