sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Não há previsão para liberação do corpo do motorista tauaense vitima de acidente em Nova Olinda


Ainda não há uma previsão de quando será liberado o corpo do motorista Francisco Chagas da Silva Sousa,conhecido como Chagas.Ele faleceu na manhã dessa quinta-feira,28,na CE-292,no Municipio de Nova Olinda,quando o caminhão-tanque que dirigia capotou e pegou fogo em seguida.O que sobrou para a identificação da vitima foi apenas uma parte do tronco do corpo.A comprovação só poderá ser feita através de uma exame de DNA.

Nessa sexta-feira,uma irmã da vitima,a senhora Leda,esteve na região do Cariri,tratando do assunto e encontrando pela frente uma grande burocracia.Depois de ir e vir da delegacia de Crato para o IML de Juazeiro e vice versa,por algumas vezes,foi coletado o material da mesma para o exame de DNA.Agora o material será enviado para a central da pericia forense,em Fortaleza,onde será feito o exame final para a comprovação.

No prazo normal a liberação poderá demorar até mais de 30 dias,mas se tenta através de forma administrativa reduzir esse tempo para que em breve o que restou do corpo seja liberado para o sepultamento que acontecerá em Tauá.Até a liberação aumenta a dor e o sofrimento dos familiares.