segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Secretário vai a Câmara explicar real situação do Pró-Cidadania


O Secretário de segurança pública e cidadania,do Municipio de Tauá,coronel Henrique Monteiro,participou da sessão da Câmara Municipal de Tauá,nessa segunda-feira,20.O secretário foi convidado pelo legislativo para explicar a situação do programa Pró-Cidadania,que segundo rumores seria extinto pela atual administração.Coronel Henrique iniciou suas palavras dizendo que não entendia essa angústia em ralação a essa possibilidade de extinção do programa.Na tribuna da Câmara ele lembrou a lei aprovada pela Assembléia Legislativa,que garante a permanência do programa até o final de 2018,quando os Municipios deverão substitui-lo pela guarda municipal,ou ampliar a guarda onde já existam.Em Tauá a guarda já existe desde 2004.

Para a manutenção do programa,segundo o secretário,o executivo vai enviar para a Câmara a solicitação de uma um remanejamento de dotação orçamentária,para o pagamento de salário dos agentes,que gira em torno de um pouco mais de um milhão de reais.Segundo o secretário,em contato com o coordenador do programa no estado,Coronel Gurgel,a verba que não foi liberada no ano passado será agora liberada para a manutenção do programa como viaturas,fardas,etc.Se o estado não repassar mais uma vez,o Municipio terá que arcar com essa despesa.

O Secretário chegou a ser vaiado pelo público presente na Câmara,durante trechos de seu pronunciamento,sendo preciso a intervenção da presidente da sessão,vereadora Williana,pedindo a compreensão para dar continuidade.No final o Secretário garantiu a permanência do programa até o final de 2018 e até lá o Municipio vai realizar um concurso para ampliação da guarda municipal,criando uma vantagem na prova de titulos para quem participa do Pró-Cidadania.

Os parlamentares que se pronunciaram e até o delegado regional,Dr.Gisleian Lima,que esteve presente na sessão,ressaltaram a importância do Pró-Cidadania para a população.