segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Câmara aprova licença para a prefeita,que vale até o final da gestão


A Câmara Municipal de Tauá realizou nessa segunda-feira,17,mais uma sessão ordinária,sob o comando do vereador Ronaldo Filho.No grande expediente deu entrada o projeto de decreto legislativo,da mesa diretora,concedendo licença do cargo de prefeita municipal,sem ônus para o erário,para tratar de interesse particular,no periodo de 24 de outubro a 31 de dezembro.Foi solicitada a urgência e aprovada a matéria por unanimidade,o que significa que a prefeita Patricia Aguiar deixa o cargo definitivamente a partir de 24 de outubro,com o vice-prefeito Julio Cesar assumindo o executivo até o final desse mandato.

Na sessão dessa segunda-feira,foram aprovados tres projetos concedendo titulos de cidadania tauaense.Foram agraciados José Martins Domingos,funcionário da Sefaz,projeto de autoria do vereador Vony Souza;Audeniza Maria Alves Mota,projeto do vereador Wellinghton Urbano e Roberto Italo Mourão,projeto de autoria do vereador Nezinho.Aprovado ainda projeto de autoria do vereador Felipe Viana,concedendo a Antonio Francisco da Silva,conhecido como Niltinho,a medalha vereador Francisco Soares de Carvalho.

Também foi apreciado pelo plenário,o veto do executivo ao projeto de lei 64,que dispõe sobre o serviço de bombeiros civis e fixa as exigências de segurança para estabelecimentos ou eventos de grande concentração pública.O projeto foi aprovado pela Câmara,mas foi vetado na integra,por entendimento do executivo que era uma matéria inconstitucional.Na apreciação do veto,houve muita discussão e o vereador Marco Aurélio solicitou vistas da matéria.O presidente Ronaldo Filho,não submeteu a solicitação ao plenário e encaminhou a votação,terminando com a manutenção do veto.Apenas 4 vereadores foram contra o veto,Felipe Viana,Chico Neto,Wellhington Urbano e o próprio presidente,Ronaldo Filho.A vereadora Fátima Guedes se absteve.Os demais vereadores presentes,Marco Aurélio,Nezinho,Vony Souza,Marcos Caracas,Luis Tomaz,Fátima Veloso,Antonio Coutinho,Welhington Junior e Williana,obstruiram a votação,ou seja,não votaram.