terça-feira, 4 de outubro de 2016

8 mitos sobre o corpo humano nos quais você sempre acreditou


Desde pequenos, escutamos muitas afirmações de várias pessoas. Muitos tentam passar alguns “fatos” adiante, como se fosse entre gerações. Em alguns casos, dá certo. Há mitos que permanecem em nosso entendimento cultural.
Veja abaixo alguns mitos nos quais você sempre acreditou:

1) Estalo de dedos

Diz-se, há muito tempo, que estalar os dedos pode causar artrite. Não é verdade: é provável que não ocorra nenhum dano à sua saúde. A sonoridade pode até indicar se suas juntas estão saudáveis. O que causa o estalo é uma bolha na substância que lubrifica as articulações, não o atrito entre ossos em si.

2) Engolir chiclete

Todo mundo, desde criança, escuta que engolir chiclete pode trazer muitos danos à saúde, em especial porque ele fica preso no estômago. Não é verdade: a goma de mascar simplesmente pasasrá direto pelo sistema digestivo, sem nenhum nutriente a ser aproveitado. No entanto, é bom evitar a ingestão de chiclete porque, em função de sua consistência, pode fazer com que você se engasgue

3) Regiões da língua

Diferente do que se diz, a língua não tem regiões específicas para sentir sabores diferentes, como doce, salgado e amargo. Todos os sabores são sentidos em qualquer parte do órgão.

4) Raspagem e grossura

Um dos mitos mais propagados. Há quem diga que cabelos ou pelos raspados voltam mais grossos. É mentira: trata-se apenas de um efeito inicial, pois o fio não foi retirado por completo da raiz, diferente de uma depilação por cera quente. Depois que os fios crescem mais um pouco, eles voltam ao normal.
Moedas que caem “do céu” (do alto de um prédio, por exemplo) na cabeça de alguém não são fatais, diferente do que se afirma por aí. É claro que o impacto vai machucar quem está embaixo, mas não há força o bastante para matar a pessoa.

6) Efeito do açúcar

O açúcar não tem a capacidade de deixar um ser humano mais “ligadão”. Caso você se sinta desta forma após a ingestão, saiba que é apenas efeito placebo: ou seja, não deriva diretamente da ação do açúcar.

7) Cabelo e unha post mortem

Diferente do que se diz há muitos anos, unhas e cabelos não seguem crescendo após a morte. A pele se desidrata e encolhe, o que dá a impressão de que os “anexos” cresceram.

8) Proximidade à TV

Quase todos já ouviram, quando crianças, que assistir TV muito próximo do aparelho pode danificar sua visão. Não é necessariamente verdade, pois não há nenhuma distância mínima de segurança para acompanhar a televisão sem “fritar” a visão. Os problemas oftalmológicos decorrentes disto são causados por ficar muitas horas assistindo TV (ou ficando no computador). Nada a ver com distância do televisor.

Fonte:acrediteounao.com