terça-feira, 23 de agosto de 2016

Trio de Novo Oriente preso em Brejo Santo por prática de estelionato


Três homens foram presos por volta das 09h30min deste domingo sob a acusação de furtos de envelopes com depósitos em dinheiro na agência do Banco do Brasil de Brejo Santo que funciona na Rua Padre Viana, 196 no centro da cidade. Roberto Soares de Souza, de 44, Denilton Pereira da Silva, de 34, e Diogo Lima Alves, de 20 anos, residem no município de Novo Oriente para onde já estavam seguindo quando foram interceptados na BR-116 na altura do bairro Cavaco

O Soldado Bezerra passava nas imediações da instituição financeiro e desconfiou do comportamento do trio quando acionou seus colegas de farda os quais foram ao banco e saíram em perseguição. Eles viajavam num veículo Fiat Pálio Attractive de cor branca e placas OID-8889, inscrição do Ceará, dirigido por Roberto que apresentou uma Carteira de Habilitação com numero do RG invalido. Com o trio, os PMs encontraram R$ 1.590,00 e estes tinham arremessado fora do carro um equipamento de fabricação artesanal usado para para reter os envelopes de depósito.

Além disso, um envelope de deposito bancário violado em nome de Ivanildo Ferreira, três celulares, um cartão magnético da Caixa Econômica Federal em nome de Francisco Tavares Batista, dois lacres e um documento de proposta de seguro em nome de Francisca Aline Oliveira de Almeida Abreu. Com Denilton os policiais encontraram R$ 590,00 e em poder de Roberto Soares mais R$ 1.000,00.

Os três acusados terminaram levados à delegacia pelo Sargento Moura, o Cabo George e os Soldados Xavier, Gildeone, Nascimento, Bezerra e Lourenço. Eles confessaram que tinham instalado um aparelho conhecido como “pescador” no caixa eletrônico do Banco do Brasil quando “pescaram” um envelope no valor de R$ 2 mil em nome de Ivanildo Ferreira de Araujo, residente em Brejo Santo. Revelaram ainda que tinham aplicado idêntico golpe na agência do Banco do Brasil de Exu (PE). Roberto já responde pelo mesmo crime praticado no último dia 8 de fevereiro em Picos (PI).


MISÉRIA