segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

PREFEITURA DE TAUÁ TENTA RENOVAR CONVÊNIO E CONCEDE GRATIFICAÇÃO PARA OS AGENTES DO PRÓ-CIDADANIA


A Prefeitura de Tauá já iniciou as tratativas com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará, para renovar o convênio de manutenção e funcionamento do Programa Prócidadania. 
O Secretário de Segurança e Proteção a Cidadania, Cel. Deladier Feitosa, já esteve várias vezes na sede da SSPDS tratando do assunto e a Prefeita Patrícia Aguiar já enviou Ofício ao Secretário Delci Teixeira, manifestando o interesse na renovação do convênio o mais breve possível.
A renovação do convênio promoverá uma melhoria nas condições de trabalho dos agentes, com a aquisição de equipamentos, fardamento e também na questão salarial.
"Grande parte dos municípios desativou o programa quando os repasses foram suspensos, mas em Tauá, garantimos o funcionamento do Prócidadania que é essencial no dia a dia dos tauaenses e a renovação do convênio trará grandes benefícios, inclusive salariais, para a categoria", destacou a Prefeita Patrícia Aguiar, acrescentando que o programa tem o apoio maciço dos tauaenses pelo trabalho que realiza na sede e no interior do município, ficando 24h por dia a disposição da população para qualquer tipo de situação.
A prefeita confirmou que "após várias reuniões que vem sendo mantidas com os agentes de cidadania, será concedida uma gratificação no valor de 20% com base no salário pago a categoria. O projeto já está sendo elaborado para ser encaminhado à Câmara Municipal", afirmou.
O Secretário Deladier Feitosa disse que o Prócidadania recebe salário mínimo, adicional noturno, hora extra, 13º salário e também tem direito a férias.
Entre os anos de 2010 e 2015, o Programa Prócidadania custou aos cofres do Estado e do Município de Tauá, R$ 4.165.244,67, sendo R$ R$ 3.170.005,19 custeados pela Prefeitura e R$ 995.239,47, pagos pelo Governo do Estado.
Nos anos de 2012, 2013 e 2015, o programa foi mantido exclusivamente com recursos próprios do município, numa média anual de cerca de R$ 700 mil.
Fonte:Governo Municipal