quinta-feira, 12 de novembro de 2015

COISAS QUE NÃO CONSEGUIMOS DESAPEGAR


Ao longo de nossas vidas acumulamos um montão de recordações de momentos vividos e registros de tantos tipos que nos acabam saindo do controle. Além dos papeizinhos, você também não consegue se desapegar de frascos fofos e até caixas de fósforos? Cuidado para não se tornar uma acumuladora!

Está na hora de desapegar de coisas como:

- Seus trabalhos de escola, faculdade e outras aulas extracurriculares. Tudo bem que uma outra informação ou registro lhe pode ainda ser útil, mas já pensou que hoje em dia tudo está disponível a poucos cliques na internet?

- Comprovantes de pagamento, recibos e outros extratos financeiros é recomendável que sejam armazenados por até dois anos após a data da transação, depois disso, livre-se desse lixo!

- Bilhetes, recortes de jornal, papéis de carta, cartões postais. Claro que os mais importantes e dos remetentes queridos você deve reservar para relembrar no futuro. Mas tudo, seria muito papel para acumular e traças para alimentar. Existe uma alternativa: faça fotos do que guardar em formato digital.

- Eletroeletrônicos velhos e desatualizados, como partes de computadores velhos e celulares, são das coisas que mais se acumulam hoje em dia e de maneira muito veloz. É que os aparelhos estão cada vez com tempo de vida útil reduzido. Tem sempre algum local disposto a recolher para reaproveitar ou revender partes das peças, se informe.

- Vidros de compotas, azeitona, palmitos, café e maionese também podem ajudar na organização doméstica de vez em quando, mas cuidado para não exagerar na dose da despensa de vidros vazios.

- CDs, DVDs e fitas VHS são outros registros que ninguém consegue resolver muito fácil o que fazer. Dá vontade de tentar recuperar tudo que tinha dentro, inclusive, naquelas pastas de fotografias antigas, mas tem certeza de que os arquivos já não foram corrompidos?


http://www.bolsademulher.com/