terça-feira, 19 de julho de 2022

Cerca de 8,5 mil benefícios previdenciários foram suspensos pelo INSS

 

Cerca de 8,5 mil benefícios previdenciários foram suspensos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na última semana por suspeita de fraude. De acordo com o órgão, o pente-fino serve para ajudar a identificar as pessoas que estão recebendo aposentadorias e pensões de forma indevida.

As verificações regulares são uma marca do INSS, porém, segundo fontes da autarquia, o que motivou o grande número de cancelamentos foi uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Na análise, foram identificados pagamentos indevidos no valor de R$ 80 milhões, principalmente a pessoas que já faleceram no ano passado.

O INSS deu como prazo para cancelar os pagamentos definitivamente 150 dias. Neste caso, quem tiver os depósitos do benefício interrompidos, mesmo estando vivo, é possível solicitar a reativação do benefício pelo aplicativo ou site Meu INSS.
 
Cancelamento de benefícios de quem já faleceu

De acordo com a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Adriane Bramante, muitos dos casos de cancelamento de benefícios do INSS acontecem quando, após o falecimento do segurado, familiares se apossam da senha e do cartão do aposentado, recebendo os recursos em seu lugar.

“Atualmente, há um controle maior através do Sisob (Sistema de Informação de Óbitos), que cancela o CPF pouco tempo após a morte do segurado”, declarou Adriane.

A responsabilidade de informar o óbito da pessoa à empresa de processamento de dados do governo federal – Dataprev – é dos cartórios. Feito isso, é dada a baixa no CPF do cidadão falecido e os pagamentos interrompidos.

Como reativar o benefício do INSS?

O INSS fez um alerta dizendo que vai cobrar o valor pago indevidamente e que aqueles que se recusarem a fazer o ressarcimento poderão responder judicialmente. Apenas em 2021 foram R$ 80 milhões em aposentadorias e pensões pagas indevidamente.

Por outro lado, no caso daqueles que tiveram o pagamento suspenso de forma indevida, é possível reativar o benefício por meio do seguinte passo a passo:Acesse o site Meu INSS;
Em seguida, clique no botão “Novo Pedido”;
Feito isso, digite o nome do serviço/benefício que você quer;
Na lista, vá no nome do serviço/benefício;
Leia o texto que aparece na tela e avance seguindo as instruções.

Fonte: https://editalconcursosbrasil.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento