quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Tauaense do distrito de Trici, comemora 100 anos de vida

 

Completar um século de vida é pertencer à História do mundo de uma forma mais profunda, autêntica e rara. Chegar aos 100 anos de nascença é algo memorável e que poucas pessoas têm esse privilégio.

Lupércio Justino do Nascimento, residente na localidade Dormideira, região do Trici, município de Tauá, conseguiu essa proeza. Completou 100 anos de existência, nesta terça-feira (09). A nova idade foi comemorada com uma celebração, nesta noite de terça, na capela do Imaculado Coração de Maria, na comunidade onde o idoso reside. O local onde foi construído o templo foi doado, com muito gosto, pelo ancião.

Cercado por filhos e filhas, genros e noras, netos, bisnetos, parentes e amigos, senhor Lupércio acompanhou atentamente a cerimônia em ação de graças pelo seu centenário. Para completar a festa, dois bolos fizeram parte da comemoração: um, providenciado pela família e outro pela comunidade.

Ao conversar com Lupércio, é possível perceber o ser humano incrível que ele é e porque toda comunidade e região festeja alegremente o centenário desse homem exemplar. Ele tem a dádiva de completar a marca dos 100 anos de idade, com saúde e bastante lucidez, além de uma memória magnifica e detentor de conhecimento admirável. Relata fatos históricos, políticos, sociais e culturais e conhece a finco a origem e genealogia da comunidade.

Sertanejo simples, mas muito hospitaleiro. Sua casa sempre foi apoio para fazendeiros que passavam com seus rebanhos animais rumo ao Piauí. Com uma trajetória de luta, de dificuldades e de conquistas, senhor Lupércio compartilha essa bonita experiência de vida, vivida com muitas dificuldades, mas também com muitas alegrias e belos frutos.

BIOGRAFIA DE LUPÉRCIO

Lupércio Justino do Nascimento nasceu em Jurema –Trici no dia 9 de Novembro de 1921. Filho de Manoel do Ó do Nascimento e Justina Gomes do Nascimento, é o terceiro dos 11 filhos do casal dos quais estão vivos apenas ele e Irani. Ele é o primeiro filho e o primeiro morador da comunidade Dormideira a completar 100 anos de vida.

Casou-se com Francisca Vieira Filha, no dia 14 de Maio de 1942. Na época, ele com 20 anos e ela com 17, a partir daí passou residir em Dormideira onde vive até hoje. Dessa união nasceram 13 filhos, sendo 7 homens e 6 mulheres que são: Manoel, Irani, Antônio, Antônio Antenor, Edimar (in memoria), Maria, Anteniza, Manel (in memoria), Zuíla, Francisca, Onésio (in memoria), Odésio e Ilsa.

Tem 27 netos e 38 bisnetos, frutos de uma união de 73 anos de casados.

Repórter Cícero Lacerda






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento