sexta-feira, 12 de novembro de 2021

Réu Condenado em Júri Popular, Acusado de Matar Mulher em Arneiroz

 

Mais um júri popular foi realizado em Tauá nesta quinta-feira,11, tendo como réu, Antônio Marques Pedrosa de Sousa, natural de Fortaleza, acusado de matar a sua companheira, a dona de casa Maria da Paz Pedrosa Rodrigues,58, através de asfixia, fato ocorrido na madrugada do dia 13 de fevereiro de 2018, em uma residência do Conjunto Habitacional, no bairro José Ribeiro Viana, em Arneiroz.

Após o fato, o acusado fugiu do local do crime e foi preso no dia seguinte pelo CPRaio, quando o mesmo estava próximo a BR 020, saída de Tauá para Fortaleza, procurando um transporte para viajar.

Desde a época do ocorrido que o réu está preso.

O julgamento transcorreu tudo dentro da normalidade com presença de alguns familiares do réu, jurados, MP e Juiz. O réu foi ouvido por videoconferência.

Após os debates entre Acusação e Defesa, apresentando sua defesas, foi proferida a sentença e o réu foi condenado a pouco mais de 8 anos de reclusão, onde a defesa conseguiu desqualificar a tesa do MP de homicídio qualificado para Lesão Corporal com resultado morte, e como Antônio Marques já está preso a quase quatro anos, ou seja, 1/3, o mesmo deverá passar pro regime semiaberto com algumas cautelares judiciais.

Antônio Marques já tem passagem pela policia por roubo, tendo cumprido a pena no presídio de Maranguape.

A sessão do júri foi presidida pelo Juiz Dr. Tadeu Trindade, o Ministério Público foi representado pela promotora Dra. Karine Mota e a defesa do Réu foi patrocinada pelo advogado nomeado Dr. Guto Lima.

Mais Júri.

Próxima semana estão programados mais dois júris, dia 23 e dia 26.

Por Flaviano Oliveira - repórter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Botões de Compartilhamento