quinta-feira, 25 de outubro de 2018

SAMU Ceará 192 abre semana de combate ao AVC na sexta-feira, 26


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192 Ceará) fará nesta sexta-feira, 26 de outubro, a abertura da Semana Nacional de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC), com palestras e o lançamento oficial do Fluxo e do Protocolo de Atendimento ao Paciente com AVC do Estado do Ceará. A atividade acontecerá na base sede do SAMU 192 Ceará, no município de Eusébio, das 8 às 12 horas. Até o dia 9 de novembro, a programação prevê atividades nos municípios de Quixeramobim, no Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), Iguatu, Caucaia, Fortaleza (no ambulatório de Neurologia do HGF) e Maracanaú.

O AVC é a segunda causa de morte no mundo e a primeira causa de incapacidade. E pode acontecer em qualquer um, em qualquer idade, afetando a todos: sobreviventes, familiares e amigos, ambientes de trabalho e comunidades. A prevenção pode evitar 90% dos casos e o reconhecimento dos sinais de alerta do AVC, com o rápido tratamento de urgência em um centro de AVC, diminui a chance de sequelas. Este ano, a campanha do Dia Mundial do AVC, 29 de outubro, da World Stroke Organization, adota o tema “Reerguendo-se após um AVC”, com foco nos desafios enfrentados pelos sobreviventes e cuidadores do AVC.

O Ceará tem ampliado serviços para garantir atendimento para pacientes vítimas de AVC. Uma nova unidade de AVC foi inaugurada neste ano no Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), em Quixeramobim. A população de 631.037 habitantes dos 20 municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central tem acesso aos serviços do HRSC, como o atendimento especializado no tratamento de AVC.

A Unidade de AVC subagudo iniciou as atividades em maio de 2018 e realizou 39 internações até o mês de setembro, com uma permanência média do paciente de 9 a 10 dias no serviço. Já a Unidade de AVC agudo começou os atendimentos no dia 31 de julho, totalizando 98 internações até esta quarta-feira, 24 de outubro, e uma média de 3 a 4 dias de permanência no serviço. O HRSC oferta 20 leitos para o tratamento do AVC. Os pacientes são internados no hospital via Central de Regulação do Estado.

Em outubro de 2009, o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) inaugurou a Unidade de AVC, com estrutura moderna e equipe interdisciplinar de plantão 24 horas, para prestar atendimento diferenciado ao paciente que chega na emergência. Aproximadamente 35 trombólises são realizadas por mês na unidade de AVC do HGF, que é a maior do país no tratamento de derrame cerebral agudo e subagudo, com 21 leitos. No ano passado, 892 pacientes estiveram internados por AVC no HGF. Este ano, 671 pacientes foram internados na unidade até setembro, com média de permanência de 7,1 dias. A taxa de ocupação hospitalar da Unidade de AVC é de 87,7%.

Em média, a emergência do HGF atende por mês 240 pessoas vítimas de AVC. Por ano, 1.900 dão entrada pela emergência e 800 pacientes ficam internados na unidade de AVC. O HGF foi a primeiro hospital público do Ceará a oferecer o tratamento a partir do trombolítico, um medicamento que dissolve os coágulos no cérebro e diminui em quase 50% as possíveis sequelas da doença, além de reduzir em cerca de 30% a mortalidade.

A unidade de AVC do Hospital Regional do Cariri (HRC), em funcionamento desde 2013, faz parte do projeto de descentralização do Programa de Atenção Integral e Integrada ao AVC no Ceará, iniciativa que tem reduzido de maneira significativa o número de óbitos. Somente neste ano, o serviço do HRC realizou 464 internações. Com o crescimento do número de pacientes admitidos e o fluxo correto, o número de óbitos diminui de forma considerável. Desde 2017 até julho de 2018, das 1.352 internações, houve 47 óbitos, 3,4% do total. Em 2018, de janeiro até junho, houve 2.291 mortes por AVC em todo o Ceará.
Serviço

Abertura da Semana Nacional de Combate ao Acidente Vascular Cerebral
Data: sexta-feira, 26
Hora: 8 horas
Local: SAMU 192 Ceará
Rua da Paz, Nº29 – Centro, Eusébio/Ce

Fonte:http://www.ceara.gov.br