terça-feira, 14 de março de 2017

Como fazer qualquer um gostar de você?


Fazer parte de uma turma, ser aceito por seus colegas de trabalho, conseguir que as pessoas na mesa de bar reparem e, principalmente, gostem de você. Ah, esse 7x1 diário que é conquistar as pessoas que convivem com a gente... Parece ser uma tarefa social gigantesca – mas, quem diria, a Ciência pode nos ajudar neste assunto. Não é garantia que você vai virar um Silvio Santos mas, acredite, dá para cativar mais pessoas com algumas mudanças na sua postura.

Estudos comportamentais comprovaram alguns macetes para você se tornar uma pessoa “mais gostável”, e isso não quer dizer que você precisa agradar todo mundo. Mas, algumas atitudes podem te ajudar a criar empatia com qualquer um e, de quebra, te fazer uma pessoa mais feliz.

Se você sempre se perguntou “como fazer as pessoas gostarem de mim?”, separamos 7 atitudes comprovadamente eficazes, com base em estudos científicos. Também conversamos com a coach de alta performance e produtividade Patricia Marinho, que nos trouxe mais dicas sobre como ser uma pessoa legal e querida por todos.

Atitudes para as pessoas gostarem de você

1. Elogie

Dizer coisas boas de uma pessoa tem, segundo a Psicologia, um efeito de espelho. Isto significa que se você chama alguém de esperto, amável e atencioso, a pessoa atribui estas características a quem elogiou também. Mas, preste atenção: pouca gente dá atenção a elogios que são feitos toda hora e é preciso perceber como a pessoa reage a essa chuva de confetes sobre ela.Um estudo publicado no Journal of Experimental Social Psychology fez um teste sobre a capacidade social do elogio: dois grupos de pessoas conversaram entre si, ressaltando qualidades umas das outras. Depois, elas bateram um papo com os pesquisadores.Ficou comprovado que quem ouviu primeiro uma enxurrada de críticas e, no fim da conversa, elogios, acreditou mais no interlocutor do que os participantes que só ouviram galanteios do outro.“Tem gente que explode quando ouve um elogio e outros acabam ficando vaidosos”, destaca a coach Patricia Marinho. “De qualquer forma, é preciso ter o ‘senso para lisonjear’. Afinal, se é bom, por que não falar que é bom?”.

2. Seja legal antes de dizer que é bom

Você pode estar em uma atividade em grupo e ser muito bom naquilo que vocês precisam resolver. Antes de dizer “eu sou o bom, eu sou o cara”, seja simpático.“Em empresas, por exemplo, as pessoas acreditam que se elas faltarem um dia, as coisas vão parar de funcionar”, comenta a coach. “E não é assim, cara-pálida. A coisa vai funcionar mesmo sem você”.Não se esqueça que para as pessoas gostarem de você é preciso trabalhar com a aceitação. “Não é fazer só para agradar os outros, mas ter um senso democrático”.A psicóloga da Universidade de Harvard Amy Cuddy dá mais um motivo para você ter essa postura, segundo matéria da Business Insider. Basicamente, as pessoas se fazem duas perguntas quando conhecem alguém: “eu confio nessa pessoa?” e “eu respeito essa pessoa?”.
E é esta ordem que define tudo: há confiança quando existe empatia; já o respeito pode distanciar você e seu colega de trabalho, por exemplo, e a parceria vai embora.

3. Erre, se necessário

A Associação norte-americana de Psicologia publicou um estudo sobre a necessidade de errar. A experiência demonstrou que uma pessoa bem-sucedida atrai mais atenção se comete um erro. “Isso tende a humanizá-la”, concluíram os pesquisadores. Mas, a mesma lógica não vale para pessoas consideradas medíocres por seus pares.Conclusão: se você tem um ar de superioridade, sinta-se livre para fazer algumas besteiras, mesmo inofensivas. “Só erra quem faz”, pondera a coach Patricia Marinho.

4. Mantenha contato físico

Um toque sutil no braço da pessoa ou encostar levemente as mãos no ombro do seu ouvinte e, zaz, você terá um pouco mais da confiança dele. “Em uma época que tudo é online, é preciso o toque, o aperto de mão”, avalia a especialista.Esta dica também foi colocada em prova pela Ciência: pesquisadores da Universidade de Mississipi pediram que um grupo de garçons e garçonetes tocasse levemente na mão ou no ombro dos clientes enquanto o outro grupo não mantive nenhum contato físico com o freguês. Resultado? Os que tocaram receberam gorjetas mais generosas.

5. Abra um sorriso

Esta é talvez a atitude mais fácil e eficaz para fazer as pessoas gostarem de você. “O sorriso derruba uma parede, não tem coisa mais linda e sincera”, conclui a coach.Estudo científico fez um teste do sorriso com algumas pessoas nos Estados Unidos, mostrando fotos de mulheres em quatro posturas corporais: sorrindo e com postura ereta, sorrindo e de braços cruzados, com a expressão facial séria e postura aberta e com o rosto sério e os braços cruzados.Os voluntários que viram as fotos consideraram as que sorriam, mesmo com a postura corporal fechada, mais amigáveis.

6. Compartilhe coisas pessoais

É claro que você não precisa contar um segredo profundo para uma pessoa só para ela gostar de você. Mas, é possível falar sobre suas conquistas, vontades e vitórias. “Você não pode se isolar, mas se reservar. Por isso, se pergunte: alguém pode me ajudar com isso? Se sim, eu posso compartilhar”, define a coach.Fique sabendo, entretanto, que tem pesquisa demonstrando que se você conta algo secreto para uma pessoa, ela se sente próximo de você e especial.Pesquisadores da Universidade de Stony Brook, Nova York, separam dois grupos de voluntários para um teste. Um deles conversou sobre coisas profundas e o outro, sobre amenidades. Depois de 45 minutos de conversa, os participantes do primeiro time afirmaram que já se sentiam bem próximos, o que não aconteceu com o segundo.

7. Seja você mesmo

Esta última recomendação não é tema de pesquisadores, mas uma dica direta e reta da coach de alta performance e produtividade Patricia Marinho. “Seja você mesmo, não crie personagem nem tente ser o que você não é. A pessoa vai te aceitar pelo que você é, pelo seu caráter e seus valores”.

Fonte:www.vix.com