segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Câmara debate a situação da violência em Tauá e aprova proposta orçamentária



A Câmara Municipal de Tauá realizou nessa segunda-feira,31,mais uma sessão ordinária,sob o comando do presidente,vereador Ronaldo Filho.O vereador Marcos Caracas,ocupou a tribuna do legislativo,para falar sobre a questão da insegurança no Municipio.O parlamentar ressaltou que o Municipio vive uma situação preocupante diante de assassinatos,assaltos,roubos de motos e etc.,que é preciso ações imediatas para reforçar o policiamento.O vereador cobrou a realização mais uma vez de uma audiência pública para tratar sobre a questão.Mesmo reconhecendo a ação da policia,quando recentemente dois assaltantes foram mortos em confronto,o vereador frisou que não tem sido suficiente para diminuir os delitos que vem sendo praticados.Marcos Caracas recebeu o aparte de outros parlamentares que também abordaram a situação.O vereador Vony Souza entende que o Ministério Público e o Judiciário também devem fazer parte desse processo de discussão,diante da realidade que se ver,quando os meliantes são presos e em breve espaço de tempo já estão soltos.O vereador Felipe Viana,no seu pronunciamento,também abordou o assunto.Segundo ele,estranha o fato de em algumas ocorrências a Policia chegar rapidamente ao local,enquanto em outras situações existe uma demora comprovada.

Na ordem do dia,a Câmara Municipal aprovou o projeto de lei 72,que estima a receita e fixa a despesa do Municipio para o exercicio financeiro de 2017.A proposta orçamentária é de 160 milhões de reais,para serem utilizados pela próxima gestão.Esse valor é um pouco mais de 8% superior ao orçamento de 2015,que é de 148 milhões.O orçamento foi aprovado por unanimidade.Junto com o projeto foram aprovadas duas emendas de autoria dos vereadores Ronaldo Filho e Marco Aurélio,modificando os artigos 5º,6º,7º e 8º do projeto.De acordo com a alteração,a abertura de créditos adicionais suplementares ou especiais dependerá de prévia autorização legislativa especifica.O orçamento poderá ainda ser suplementado em 30%,desde que passe pelo crivo do legislativo.As emendas foram aprovadas com 10 votos favoráveis e 1 voto contra do vereador Chico Neto.

Foi aprovado ainda pelo legislativo,projeto de resolução do vereador Antonio Coutinho,concedendo ao senhor Francisco Renato de Carvalho,a medalha do mérito legislativo,prefeito Antonio Jatai Sobrinho.A matéria foi aprovada por unanimidade.


CONFIRA A SESSÃO