terça-feira, 1 de dezembro de 2015

COISAS QUE NÃO DEVEMOS DIZER PARA QUEM ESTÁ TENTANDO EMAGRECER


Quem já passou ou está passando pelo processo de perda de peso sabe como esse desafio não é nem de longe uma das coisas mais fáceis que uma pessoa pode enfrentar na vida. Além de deixar de comer alimentos aos quais está acostumado faz tempo, passando a seguir uma dieta mais saudável, equilibrada e balanceada, é preciso incorporar a prática de exercício físicos à rotina, o que pode ser ainda mais complicado para quem sempre foi sedentário.

E quando uma pessoa próxima a nós é quem está entrando no processo de emagrecimento, é normal que queiramos ajudá-la, seja com atitudes ou palavras de encorajamento. O problema é que mesmo quando temos boas intenções e só queremos contribuir, podemos acabar cometendo alguns deslizes e atrapalhando a pessoa que precisa perder peso.

Para evitar que situações chatas e embaraçosas como essa aconteçam, nós separamos uma lista de coisas que não devemos dizer para quem está tentando emagrecer, como você confere a seguir:

Não coma isso!
“Não coma isso! Esse alimento é rico em gordura e carboidratos! O seu médico disse que você não deveria se alimentar disso!” e outras variações do tipo. Convenhamos, se a pessoa entrou em um regime para emagrecer, provavelmente sabe muito bem o que deve ou não deve comer. Se você pegar ela beliscando um docinho ou um alimento mais gorduroso, não chegue todo autoritário, querendo controlar a dieta dela.

Mas você pode comer isso?
Assim como querer impedir que a pessoa coma determinado alimento, ficar questionando tudo o que ela come é bastante desagradável. Não é útil perguntar se seu amigo realmente pode comer aquilo ou ficar contando as calorias de todas as refeições dele. Além de ficar envergonhado, ele também pode acabar se sentindo culpado. 

Só um pedacinho não irá fazer mal!
Tão ruim quanto aquele que controla a dieta alheia é aquele que quer atrapalhar oferecendo comidas que a pessoa não está autorizada a consumir. Você sabe que o seu amigo ou familiar está mudando a alimentação, então qual a razão para ficar empurrando guloseimas e comidas calóricas para ele? Não é raro quando alguém começa a fazer dieta que outras pessoas comecem a questioná-lo ou dizer que não vale a pena se privar de comer o que gosta. É claro que todo mundo tem direito a uma opinião, mas não custa nada respeitar o momento da pessoa. 

Você não precisa emagrecer!
Você pode realmente acreditar que o seu colega não precisa perder peso ou esteja falando isso somente para agradá-lo. A questão é que ele é o dono do próprio corpo e se chegou à conclusão de que não está satisfeito com o seu peso e que precisa emagrecer, é seu dever respeitar a decisão. Outro ponto é que a pessoa tem consciência de si e do seu corpo, certamente percebe quando outra está dizendo coisas somente para lhe agradar. 

Que coragem você tem, de se privar de tantos alimentos saborosos!
Realmente, mudar a rotina da alimentação e sair do sedentarismo exige muita coragem e força de vontade. Mas ficar repetindo para o amigo que está lidando com esse processo o quanto essa mudança é difícil e como ele precisa ser forte para alcançar seus objetivos não é tão benéfico quanto pode parecer ser. Além dele já estar cansado de saber do desafio que precisa enfrentar todos os dias, caso ele já esteja começando a se acostumar com os novos hábitos, ter alguém buzinando no ouvido pode fazer com que ele se recorde de tudo o que deixou para trás, que sinta falta desses alimentos saborosos que precisou deixar de consumir e que acabe ficando um pouco desmotivado.

Não tem mais graça sair para comer com você!
Como se já não bastasse toda a dificuldade de precisar modificar a alimentação para uma dieta mais saudável, ter que ouvir dos amigos que não é mais divertido sair com ele, só porque não pode mais comer os mesmos alimentos gordurosos e calóricos de antes, põe um peso a mais nas costas da pessoa. Além de criticar a mudança de vida, você estará falando mal da personalidade do seu amigo e corre o risco de fazer com que ele não se sinta tão querido, o que é um golpe para a autoestima de qualquer pessoa. 

Você deveria entrar para a academia!
É preciso compreender que cada pessoa tem um ritmo e que a mudança de hábitos não acontece de uma hora para a outra. Se o seu colega já passou a se alimentar de maneira mais saudável e está começando a fazer exercícios por conta própria, como uma corrida diária perto de casa, não há razão para pressioná-lo e dizer que ele deveria entrar para uma academia.