segunda-feira, 28 de setembro de 2015

CÂMARA MUNICIPAL DE TAUÁ REALIZOU MAIS UMA SESSÃO ORDINÁRIA

A Câmara Municipal de Tauá realizou nessa segunda-feira,28,mais uma sessão ordinária,comandada pelo presidente do legislativo,vereador Marcos Caracas.No grande expediente deram entrada tres projetos de lei que vão tramitar até serem colocados na ordem do dia,nas sessões posteriores.O projeto de lei 88 é de autoria do executivo e dispõe sobre a doação de imóvel a ADECE,Agência de Desenlvimento Econômico do Estado.O projeto do legislativo 89,de autoria do vereador Agenor Mota,denomina de Maria Mota Lima,a rodovia municipal que compreende o trecho da estrada que liga a comunidade de Cipó a BR-020,via Caiçara dos Nogueiras.Já o projeto de resolução 17,de autoria do vereador Ananias Mota,concede ao empresário Ailton Maciel de Souza,a medalha do mérito legislativo prefeito Antonio Jatai Sobrinho.

O destaque maior da sessão ficou para o uso da tribuna,onde alguns assuntos foram bastante debatidos.O vereador Felipe Viana levou para a tribuna,questionamentos sobre o acidente com mais uma ambulância de Tauá,que deixou duas vitimas fatais.Segundo ele,é preciso que haja uma atenção maior sobre o caso e que se reveja a questão do risco que se corre com essas transferências de pacientes para Fortaleza.Outros questionamentos foram feitos em apartes.

O vereador Vony Sousa,abordou uma questão tratada na reunião do comitê da seca,quando a comissão aprovou uma relação com localidades que serão beneficiadas com a perfuração de poços profundos,por parte da Sohidra.Ao abordar o assunto,o vereador foi questionado por vários colegas de legislativo,que alegam não terem tomado conhecimento da relação das localidades beneficiadas.Segundo eles,indicaram várias localidades que precisam urgente da perfuração de poços,e que não serão beneficiadas,enquanto outras,menos populosas receberão o beneficio.

O agropecuarista Solé,dono de propriedade rural nos Colonos,foi até a tribuna da Câmara,pedir apoio para combater o roubo de animais no Municipio.Segundo ele,a coisa funciona de forma desenfreada e declarou que foi vitima só nos últimos dois meses,de cerca de 50 criações roubadas.Solé denunciou que existe em Tauá um abatedouro clandestino,onde são abatidas dezenas de criações roubadas e posteriormente essa carne é comercializada livremente.Segundo o criador o  fato já foi comunicado a diversas autoridades.

Também estiveram participando da sessão o representante da Adagri,Youssef Feitosa e Marcos Marcelino,representando a Vigilância sanitária do Municipio.Os dois foram debater  o projeto 56,de autoria do executivo,que dispõe sobre a constituição do serviço de inspeção Municipal,SIM,e os procedimentos de inspeção sanitária em estabelecimentos que produzam produtos de origem animal e vegetal no Municipio de Tauá.O projeto foi esclarecido e também debatido com intervenções dos parlamentares.Devido a importância da matéria e como alguns parlamentares não estavam presentes na sessão,o presidente,vereador Marcos Caracas,decidiu deixar o projeto para ser votado em outra oportunidade.