sábado, 15 de agosto de 2015

COMEÇA A TRAMITAR NA ASSEMBLÉIA PROJETO QUE MUDA AS REGIÕES DO ESTADO

Com a leitura do expediente na sessão plenária desta sexta-feira (14), começou a tramitar, na Assembleia Legislativa, a mensagem nº 7.770 que define as regiões do estado do Ceará e suas composições de municípios para fins de planejamento. O projeto reduz o tamanho da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Seis municípios não farão mais parte da sua composição. Com a mudança, o governo poderá implantar o “Bilhete Único” no transporte público na Região Metropolitana.
No Estado, atualmente existem oito macrorregiões de planejamento. Com a nova norma esse número passará para 14. Hoje o Estado conta com as regiões de Baturité, Cariri-­Centro Sul, Litoral Leste­, Jaguaribe, Região Metropolitana de Fortaleza, Sertão Central, Sertão dos Inhamuns e Sobral­Ibiapaba.
A macrorregião Cariri­-Centro Sul deverá ser desmembrada, surgindo assim às regiões do Cariri e Centro Sul, cada uma com abrangência distinta sobre municípios. A Região Metropolitana de Fortaleza, não terá mais os municípios de Cascavel, Pindoretama, São Luís do Curu, Paraipaba, Paracuru e Trairi. Pindoretama e Cascavel farão agora parte da macrorregião do Litoral Leste, que inclui ainda Aracati, Beberibe, Fortim, Icapuí, Itaiçaba e Jaguaruana.

Já São Luís do Curu, Paraipaba, Paracuru e Trairi integrarão a macrorregião do Litoral Oeste­, Vale do Curu, que também passará a ter em sua composição os municípios de Amontada, Apuiarés, General Sampaio, Irauçuba, Itapajé, Miraíma e Pentecoste. Serão criadas ainda as macrorregiões Centro Sul, Litoral Norte, Maciço do Baturité, Serra de Ibiapaba, Sertão Central, Sertão de Sobral, Sertão de Crateús, Sertão de Canindé, Sertão de Inhamuns e Vale do Jaguaribe.
Fonte:Ceará Agora