segunda-feira, 11 de maio de 2015

APROVADA LICENÇA PARA A PREFEITA DE TAUÁ


A Câmara Municipal de Tauá aprovou na sessão dessa segunda-feira,11,projeto que autoriza a prefeita Patricia Aguiar se licenciar do Municipio.A matéria foi aprovada por unanimidade dos parlamentares presentes.A licença vale a partir do dia 14 de maio,quinta-feira,por um periodo  de 10 dias.A licença é para tratar de assunto particular.Durante esse periodo a prefeitura fica sob o comando do vice-prefeito,Julio Cesar Rêgo.A prefeita deve retomar o comando do Municipio no dia 25 de maio.

O legislativo aprovou também nessa segunda-feira,o projeto de lei 26,de autoria do vereador Alaor Mota.O projeto denomina de Francisca Torres de Freitas,Nenen Torres,via pública do loteamento Arizona.Também de autoria do vereador Alaor foi aprovado o projeto de resolução 02,alterando a redação do parágrafo 3º do artigo 127 do regimento interno da casa.Com essa alteração os parlamentares e quem frequentar o plenário da Câmara ficam sem a obrigação  de usar a gravata.A matéria foi aprovada com 10 votos favoráveis e tres votos contra.

A Câmara também aprovou o projeto de decreto legislativo 04,da comissão de finanças,orçamento,obras e serviços públicos.A matéria dispõe sobre a aprovação das contas da prefeitura Municipal de Tauá,de responsabilidade do ex-prefeito Odilon Aguiar,relacionadas ao ano de 2009.O parecer do TCM recomendava a aprovação das contas,sendo confirmado o parecer pela comissão e também pelo plenário do legislativo.

No grande expediente da sessão dessa segunda-feira,deram entrada alguns projetos de autoria do executivo.O projeto 30 fixa o salário base dos cargos de auditor fiscal e de fiscal de tributos do Municipio.O auditor passa a ter um salário de 2.800,00 e fiscal de 1.182,00.Já o projeto 31 fixa a remuneração dos cargos  em comissão no quadro de pessoal do Instituto de Previdência do Municipio de Tauá,IPMT.O salário de diretor superintendente ficará fixado em 5.000,00,de diretor 2.000,00,assistente técnico 1.000,00 e oficial de gabinete 900,00.As matérias deverão ser apreciadas na próxima sessão do legislativo.

Várias indicações também foram apresentadas pelos parlamentares,com as mais diversas solicitações,confira no link:INDICAÇÕES