sábado, 6 de outubro de 2018

Raio X da eleição no Ceará


Neste domingo (7), 6,3 milhões de eleitores irão às urnas no Ceará para escolher o presidente da República, o governador, dois senadores, 22 deputados federais e 46 deputados estaduais. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE), mais de 21,4 mil urnas eletrônicas foram distribuídas em 24.008 seções de 109 zonas eleitorais. São 6.782 locais de votação nos 184 municípios do Estado.

No total, 120 mil pessoas estão envolvidas no processo eleitoral, entre mesários, magistrados, promotores eleitorais, servidores do TRE, auxiliares, policiais, militares do Exército, delegados de prédio e terceirizados. Para viabilizar o pleito, a Justiça Eleitoral no Ceará contou com orçamento de R$ 21,2 milhões.

O TRE alerta os eleitores para que consultem com antecedência o número da seção e o local de votação, para evitar transtornos no dia da votação. Por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o TRE realizou um rezoneamento, que extinguiu 18 zonas eleitorais do Interior do Estado e remanejou quatro para Fortaleza. A medida impactou eleitores de 29 municípios que tiveram os números de zona e de seção alterados.

Como resultado, o documento de 753.344 eleitores está desatualizado. Apenas em Fortaleza, são 490.791 títulos com números da zona e seção antigos. No dia da eleição, essa incorreção pode atrasar a localização da seção e causar transtornos. No Interior, 262.553 eleitores estão na mesma situação. Par verificar a zona, o eleitor pode ligar para o Disque Eleitor (número 148).

Eleitores

Maior colégio eleitoral do Estado, Fortaleza tem 1.776.365 eleitores distribuídos em 4.870 seções de 17 zonas eleitorais. Depois da Capital, os maiores colégios eleitorais estão em Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú e Sobral. Os cinco municípios recebem, desde a última quinta-feira (4), 3,1 mil militares de tropas federais que, a pedido da Justiça Eleitoral, reforçam a segurança da eleição.

Neste ano, 5.253 eleitores votarão em 30 seções especiais indígenas instaladas em 15 municípios e 7.125 eleitores em 37 seções especiais quilombolas de 21 municípios, totalizando 12.378 eleitores beneficiados.

No Ceará, os locais com maior número de votantes são o Colégio Ari de Sá Cavalcante localizado na Avenida Washington Soares, com 15.058 eleitores; a Universidade de Fortaleza, com 11.782, a Universidade Estadual do Ceará (11.164) e o Colégio Estadual Liceu do Ceará (8.788), na Capital, além da Escola Economista Rubens Vaz da Costa, em Caucaia (6.704).

Ao todo, 129 dos 184 municípios passaram pela revisão com coleta de digitais e votarão pelo sistema biométrico. Entre os municípios onde a biometria é obrigatória e outros - como Fortaleza - onde o cadastramento biométrico ainda é opcional, são 4.936.957 eleitores biometrizados, o que representa 77,8% do eleitorado apto.

Candidatos

Neste ano, o Tribunal Regional Eleitoral recebeu 915 pedidos de registro de candidaturas para a disputa dos cargos de governador do Estado, vice-governador, senadores (duas vagas), deputados estaduais e deputados federais, de acordo com informações da Justiça Eleitoral.

Do total de postulantes registrados, de acordo com a plataforma DivulgaCand, do TSE, 844 (92,24%) estão aptos e 71 (7,76%) estão inaptos para concorrer às eleições. Entre os inaptos, 45 tiveram a candidatura indeferida e 22 renunciaram.

Nas eleições deste ano, cinco candidatos disputam os cargos de governador e outros cinco o de vice-governador. Há, ainda, 11 postulantes para o Senado, 248 para deputado federal e 560 para deputado estadual. Além disso, os cearenses votarão para presidente em um universo de 13 candidaturas na disputa.

Fonte:Diário do Nordeste