sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Base Regional do SAMU de Tauá corre o risco de ser desativada


A base regional do SAMU em Tauá,corre o risco de ser desativada.A situação ficou clara em um comunicado feito pelo diretor geral do SAMU,CE,João Vasconcelos Sousa.Ele relata que diante do desabastecimento que a base vem sofrendo da contra-partida do Municipio,poderá ser aberto o procedimento para a retirada do serviço SAMU.Em mais uma tentativa para evitar que isso venha a ocorrer o diretor agendou uma visita a base regional para o dia 07 de novembro,em busca de uma solução definitiva.Confira o comunicado,direcionado aos integrantes do SAMU.

Prezados Colaboradores:

A Direção do SAMU CE, comunica que vem acompanhando a  situação de desabastecimento da Base Regional Tauá no tocante à contra - partida municipal. Existe termo assinado e pactuado entre as esferas Federal, Estadual e Municípal. Institucionalmente vinhamos tentando solução para a situação em tela, onde, a Coordenação de serviços e Dr. Montezuma buscam resolutividade para o caso,  sempre observados por essa Direção. Diante da situação atual, estive hoje reunido com Dr. Montezuma e já deixo agendado, uma visita "in loco" a Base Regional Regional de Tauá para o dia 07/11/18 e posterior reunião com o Senhor Prefeito Municipal e Secretário de Saúde Municipal em busca de uma solução definitiva e rápida para o problema, evitando assim abrirmos procedimentos que culminariam com a retirada do serviço SAMU CE 192 do município, o que não é a intenção dessa Direção.

Atenciosamente,
João Vasconcelos Sousa
DIRETOR GERAL DO SAMU 192 CE