terça-feira, 18 de setembro de 2018

Carreta carregada de algodão tomada de assalto na BR-020,na Divisa


Uma carreta carregada com algodão foi tomada de assalto,no inicio da tarde do último domingo,16,na ladeira da Divisa do Ceará com o Estado do Piaui,na BR-020.A carreta vinha da Bahia com destino a Fortaleza,com 125 fardos de algodão,carga essa avaliada em 250 mil reais.Na descida da ladeira o motorista foi abordado por um veículo com adesivos da Sefaz e por pessoas se passando por fiscais da Secretaria da Fazenda. Pediram a nota da mercadoria e logo em seguida colocaram o motorista dentro do veículo e o levaram para uma estrada vicinal.Ele só foi liberado por volta das  02h da madrugada dessa segunda-feira.Os assaltantes informaram que abandonariam a carreta em uma localidade de nome Jaguaribe a 120 km de Tauá.

Após ser liberado o motorista conseguiu uma carona até o Posto Café,em Tauá,onde se informou que tinha uma localidade com esse nome,Jaguaribe,no município de Novo Oriente.Ele foi até aquele Municipio e procurou a delegacia de policia e em seguida uma equipe com policiais civis e militares foi até a referida localidade,mas nada foi encontrado. A empresa responsável pelo rastreamento detectou que o localizador do caminhão ficou cerca de 4h na cidade de Tamboril.O motorista permaneceu até meio dia na Delegacia de Novo Oriente onde foi registrado o boletim de ocorrência e em após a chegada de um filho,seguiu com destino a Tamburil.Naquele Municipio também nada foi encontrado e outro sinal dado pelo rastreador é que o veiculo pode estar no Municipio de Sobral,mas até o momento não foi localizado.

O veiculo é um caminhão trator,modelo Scania,ano 1990,cor vermelha,placas:AAO-1328,inscrição de Mandaguari.O semi reboque tem placa:BEL-0830,inscrição também de Mandaguari.O proprietário é Sidney Dainez.

Atualização
A carreta foi encontrada nesta terça-feira,18,abandonada no Municipio de Jaguaribe.Como se esperava estava sem a carga.O proprietário já tomou posse do veiculo e retornou para sua residência e aguarda agora um trabalho de investigação da policia.