sábado, 30 de junho de 2018

Roubo de celular,embriagues ao volante e estelionato nas ocorrências policiais


A equipe Romu da Guarda Civil Municipal de Tauá,fez o atendimento de várias ocorrências do inicio da manhã dessa sexta-feira,29,até o inicio da manhã deste sábado,30.Entre as ocorrências foram registrados roubo de aparelho celular,embriagues ao volante,detenção por estelionato,além de outras.

A primeira ocorrência foi as 08h11 na rua  Amâncio Cordeiro Júnior,onde a senhora Marta Eliane Alves da Silva, relatou que estava na calçada da residência e foi abordada por um homem em uma moto Bros Preta, trajando bermuda jeans e uma blusa de moleton cinza com listras preta,  que fez sugesta pra ela dizendo que estava armado e daria um tiro na mesma se ela reagisse e subtraiu  um celular J5 prime-dourado. O mesmo tomou rumo ignorado e a senhora foi orientada a fazer um boletim de ocorrência.

 As 16h10 A equipe foi acionada via Cosem para a vila de Marrecas para dá apoio aos agentes de cidadania, Cíntia e Gonçalves .A denúncia era que José de Freitas da Silva estava agredindo o próprio pai verbalmente.Na ocasião a equipe se deparou com o mesmo conduzindo uma motocicleta YBR de cor vermelha de placa:OCS-5792.Na abordagem ficou constatado sinais visíveis de embriagues e o mesmo foi conduzido para a delegacia, onde foi realizado o teste de etilômetro pela a equipe da AMT  e constatado com resultado positivo sendo enquadrado na lei seca.

A equipe da Romu ainda fez a condução para a Delegacia do individuo Luis Carlos Calixto da Silva,natural de Caxias,MA.Esse homem foi acusado de estelionato,após passar em diversas localidades dos Distritos de Trici e Santa Teresa,distribuindo um panfleto e pedindo dinheiro aos moradores.Ele apresentava um panfleto com uma criança que estaria com uma grave doença e precisando de ajuda para o tratamento,tentando comover as pessoas a darem ajuda.O homem foi localizado pelos Agentes do Pró-Cidadania na localidade de São João e ao ser abordado confessou que nem conhecia a criança do panfleto e estava em busca de dinheiro porque estava passando por necessidades.Ele foi conduzido para a delegacia de policia onde foi ouvido e liberado.

Repórter Edy Fernandes