segunda-feira, 7 de maio de 2018

Câmara aprova projetos de interesses de categorias profissionais


A Câmara Municipal de Tauá aprovou na sessão dessa segunda-feira,07,projetos de interesses de algumas categorias.O primeiro projeto aprovado,é o que autoriza o executivo a fazer repasse para o pagamento de um incentivo anual aos Agentes de Endemias e Agentes de Saúde do Municipio.A matéria tramitou durante mais de um mês no legislativo e finalmente foi votada na sessão dessa segunda-feira.Integrantes das duas categorias compareceram em peso e aplaudiram os parlamentares pela aprovação unanime do projeto.A Agente de Saúde Solange Maria Lima,ocupou a tribuna,quando na oportunidade disse que as categorias queriam o repasse dos 100% que vem do Governo Federal,mas que estavam satisfeitas com as alterações feitas no projeto,que retiraram as condicionais para que o incentivo fosse pago.Ela lamentou a falta de respeito do executivo com as categorias,quando não foram convidadas para tratar sobre a construção do projeto.O projeto teve tres emendas,sendo modificativa,supressiva e aditiva,duas de autoria dos vereadores Felipe Viana e Alaor Mota e outra do vereador Felipe Viana,para atender as solicitações dos Agentes.O recurso destinado aos Agentes de Saúde deverá ser repassado para a Associação da categoria,já o recurso destinado aos Agentes de Endemias é uma situação ainda a ser resolvida,já que a associação ainda não é legalizada.O repasse poderá ser feito através do Sindicato.

Outro projeto aprovado na noite dessa segunda-feira,dispõe sobre a adequação legislativa da Guarda Civil Municipal de Tauá.O Secretário de segurança do Municipio,Coronel Deladier Feitosa,esteve presente na Câmara,acompanhado de integrantes da Guarda,solicitando o apoio dos parlamentares.A matéria também foi aprovada por unanimidade.Algumas emendas ao projeto foram apresentadas pelo vereador Marco Aurélio.Uma delas trata da questão da exigência de uma idade máxima para a seleção de um Guarda Civil Municipal.O vereador na emenda modificou o projeto ficando fixada apenas a idade minima de 18 anos.