quarta-feira, 14 de março de 2018

Réu condenado no primeiro julgamento do ano


O Tribunal do Júri da Comarca de Tauá,sob a presidência da drª Giséli Lima,realizou na manhã dessa quarta-feira,14,no Fórum dr.Fábio Augusto,o primeiro julgamento da pauta elaborada para o ano de 2018.Sentou no banco dos réus,Ivan Bezerra Martins,conhecido como Barrão,acusado de himicidio contra Francisco Paulo Sousa Santos,fato ocorrido no dia 24 de dezembro de 2010,na rua Alfredo Ferreira Vale,em Tauá.

O réu foi defendido pelo defensor público,dr.Antonio,que entrou com a tese de legitima defesa,baseado em que seria um crime passional e por conta de uma antiga rixa e pediu a absolvição do acusado.Na acusação atuou a promotora drª Karine Mota,que pediu a condenação do réu.

O conselho de sentença no final dos debates,condenou o réu a 15 anos de prisão,mas caindo para 12 anos com a atenuante da confissão e caindo ainda para 10 anos em definitiva,por conta da atenuante de homicidio privilegiado.Ivan Bezerra na época do fato foi preso,mas atualmente está em liberdade.Ele vai permanecer em liberdade,mesmo com a condenação,por conta de ainda ser possivel a apresentação de recursos.

O próximo julgamento está marcado para o dia 27 de março.Deverão ser julgados os réus Djalma Viana Cavalcante e Ivson Sérvulo V.Lô.

Repórteres Edy Fernandes e Flaviano Oliveira