segunda-feira, 12 de março de 2018

Falta do transporte escolar foi debatida na sessão da Câmara Municipal de Tauá


O transporte escolar foi um dos assuntos mais debatidos na sessão dessa segunda-feira,12,da Câmara Municipal de Tauá.O vereador Felipe Viana abordou o assunto no seu pronunciamento,lembrando que as reclamações já duram vários dias sem que uma solução seja tomada.Exemplificou que alunos da localidade de Limão e de outras localidades,são levados por um transporte até a BR-020 e depois são transportados por outro até a escola.Segundo o vereador alunos do ensino fundamental estão sendo transportados junto com alunos do ensino médio o que é uma irregularidade.O parlamentar questionou também a existência de contratos para que essas pessoas façam o transporte escolar.Vereador Felipe lembrou também que tem localidades como Brôco,Mutuca,Mutuquinha,além de outras,que ainda não apareceu o transporte,sendo que as aulas começaram desde o dia 22 de fevereiro.Para o vereador a situação do transporte escolar em Tauá tem causado danos  irreparáveis a muitas familias,já que dezenas de crianças não estão tendo o direito de acesso a escola.O Vereador lembrou que se tem uma lei Municipal para ser cumprida,para ser feita a licitação e a contratação legal do transporte.

O Vereador Antonio Coutinho,em aparte,contou o exemplo de um pai de aluno da localidade de Mutuca.Ele teve que alugar uma casa em Tauá e vir morar na cidade,por conta da necessidade do filho estudar,já que na sua localidade não tem o transporte para conduzir o garoto até uma escola.

O vereador Valdemar Junior também contou um exemplo da localidade de Santa Luzia,Trici.A informação é que tem sala de aula que conta com apenas dois alunos que vão por conta própria,os demais não estão comparecendo para estudar por falta do transporte.

A Vereadora Fátima Veloso tambem fez um aparte,lembrando que a reclamação já está  cansativa.Aproveitou para informar que recebeu a mensagem de uma mãe que demonstrava a revolta e o desespero pela triste realidade.Para ela,é um dano irreparável.

O presidente,Luiz Tomaz,informou que recebeu uma comitiva formada por mães do Distrito de Marrecas,que foram até a sede do Legislativo cobrar posicionamento sobre a falta do transporte escolar.Um abaixo assinado foi protocolado na Câmara.O vereador relatou que as mães informaram que pretendem procurar matricular os filhos para estudarem em escolas no vizinho Municipio de Parambu,por conta da falta do transporte escolar.

O Vereador Marco Aurélio também fez um aparte,informando que recebe diariamente solicitações,principalmente do Distrito de Trici,cobrando o transporte escolar.Segundo ele,é mais fácil saber onde está funcionando,que onde não está.

O vereador Ronaldo Filho,relatou que a situação é uma aberração e que o executivo,juntamente com a Secretaria de Educação está cometendo um crime de responsabilidade.Segundo ele,a educação de Tauá está de luto.

CONFIRA A SESSÃO