quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Orquestra Sanfônica da Unifor,comandada por Pedrinho do Acordeon vai se apresentar em Portugal


Universidade de Fortaleza (Unifor), por meio da Divisão de Responsabilidade Social da Vice-Reitoria de Extensão, apresentará os projetos “Orquestra sanfônica em uma escola cidadã e inclusiva” e “Árvore dos Desejos” no 2º Congresso Internacional sobre a Criança e o Adolescente (ICCA), que acontecerá concomitantemente à 5ª Reunião Anual da Secção de Pediatria Social da Sociedade Portuguesa de Pediatria. Ambos eventos acontecerão dias 25, 26 e 27 de janeiro de 2018, no Olaias Park Hotel, em Lisboa, Portugal.

O Congresso Internacional da Criança e do Adolescente, sob a organização da Secção de Pediatria Social da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Criança Abusada e Negligenciada, pretende promover o diálogo aberto sobre as questões da infância e adolescência, por meio do cruzamento de perspectivas multidisciplinares e experiências diversificadas na área.

À semelhança da primeira edição, investigadores e técnicos provenientes de áreas científicas e profissionais diversas vão debater durante três dias sobre questões sociais de extrema importância que afetam o dia-a-dia de crianças e jovens. É aguardada a participação de profissionais das áreas de sociologia, psicologia, pediatria, pedopsiquiatria, neurodesenvolvimento, medicina geral e familiar, ginecologia e obstetrícia, enfermagem, terapia da fala, ciências da educação, serviço social, nutrição, direito e desporto.

Entre os temas abordados estão: direito a brincar, sono, construção da moralidade, modelos educativos, educação formal e informal, multiculturalidade, novas e velhas dietas, desenvolvimento, autismo, riscos, abusos e maus tratos, corpo e sexualidade, tecnologia, a criança e a cidade, atividade física e desportiva, subculturas juvenis, bullying, novas e velhas doenças, parentalidade e co-parentalidade, desigualdades em saúde e pobreza e bem-estar.

Serão ainda apresentados e debatidos projetos nacionais e internacionais de grande interesse. Uma partilha que permitirá o reforço das relações entre os países participantes e o alargamento de conhecimento para todos os presentes.

Orquestra Sanfônica

Ministrada pelo professor Pedro Feitosa, a “Orquestra Sanfônica em uma Escola Cidadã Inclusiva” é ação de responsabilidade social idealizada em julho de 2014 pelo chanceler Airton Queiroz e realizada desde então em parceria entre a Escola de Aplicação Yolanda Queiroz e a Unifor. O projeto trabalha a sensibilidade por meio da música, beneficiando atualmente 50 alunos de 7 a 12 anos da Escola de Aplicação.

A ação contribui para o desenvolvimento dos alunos a partir do estudo da sanfona, incluindo sua história e a sua relevância no mundo da música. O projeto foi ponto de partida para aulas de outros instrumentos musicais, como violino, piano e flauta transversal.

As crianças possuem aulas às segundas e terças, a fim de aprender a tocar o instrumento e conhecer um pouco mais sobre sua história, bem como de músicos que se destacaram na área, como Gonzaguinha e Waldonys. Entre as músicas apresentadas, destaca-se a imortal “Asa Branca”, além de canções temáticas da época do ano, que são regularmente apresentadas pelas crianças na Universidade e em outras instituições.

Árvore dos Desejos

O projeto “Árvore dos Desejos” foi ação de responsabilidade social realizada em 2017 pela professora de artes Elaine Cristina, da Escola de Aplicação Yolanda Queiroz, e que consistiu em incentivar os alunos da Escola em compartilhar seus sonhos, objetivos e desejos por meio da arte.

O projeto foi dividido em três etapas. A primeira consistiu em aulas de campo pela natureza, onde os alunos tiveram a oportunidade de compartilhar seus sonhos e elaborar estratégias para realizá-los. A segunda etapa foi voltada para a construção de cartões temáticos com os desejos definidos pelos alunos e das “cápsulas” de garrafa pet, onde os “sonhos” foram inseridos. Na terceira etapa, os 580 alunos participantes penduraram “cápsulas” com os sonhos e desejos nas árvores da Escola de Aplicação, atividade que reuniu os estudantes e os ajudou a compartilhar os objetivos com os colegas.

Fonte:G1

OBS;O professor Pedro Feitosa,citado na matéria é Pedrinho do Acordeon,que reside em Tauá há muitos anos e atuou como um dos mestres na Escola de Música de Tauá.