terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Corpo é impedido de embarcar e atrasa traslado de tauaense que morreu no Rio

O traslado do corpo do tauaense Antônio Barros, conhecido como Antônio Sampaio,que faleceu no último domingo,no Rio de Janeiro,sofreu um atraso em relação a programação anteriormente divulgada.O embarque aconteceria na tarde dessa terça-feira,16,mas não foi permitido pelo setor de fiscalização no aeroporto.A alegativa é que o corpo apresentava secreções, impossibilitando a viagem.Todo um novo processo para a liberação foi feito,mas o embarque só poderá acontecer as 16h dessa quarta-feira.Diante desse fato,a chegada a Tauá fica agora prevista para a meia noite dessa quarta-feira.O velório fica agora previsto para a quinta-feira,na Igreja Filadélfia e o sepultamento as 16h no cemitério São Judas Tadeu.Desde o início tem sido burocrático esse processo de liberação,o que tem aumentado ainda mais a dor e o sofrimento dos familiares e amigos.