segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Cadáver é encontrado na Cachoeira do Inferno em Pedra Branca


Por volta das 11h desta segunda (25), a senhora Osmarina Vieira  Barros Silva de 64 anos, andava na região a procura de arvores medicinais, quando se deparou com um cadáver já em avançado estado de decomposição  na Cachoeira do Inferno,localizada entre o sítios Brejo e  Tábuas, zona rural de Pedra Branca.

A Polícia Militar foi comunicada, assim também como a equipe da Polícia Civil.O local era de difícil acesso e uma equipe do corpo de bombeiros da cidade de Quixeramobim, comandada pelo Sargento Almeida foi acionada, juntamente com a equipe da Perícia Forense e a equipe ROMU da Guarda Civil Municipal de Pedra Branca.    

As equipes seguiram até o sítio Tabuas,que fica à cerca de 08 km da cidade e de lá prosseguiram a pé  por quase 02 km em meio a mata.O local é frequentado por aventureiros e com acesos muito difícil e perigoso, ficando na parte de cima da cachoeira.
O resgate foi demorado.

A PEFOCE não conseguiu  identificar  possíveis sinais de violência no corpo, devido seu estado de decomposição.O corpo será enviado para o IML de Fortaleza para que seja realizado o procedimento de identificação através de exame de DNA.

Reconhecimento
Mesmo com o avançado estado, o corpo foi reconhecido pela esposa de Antônio Rafael Monteiro Lima, 24 anos.O jovem é de Mineirolândia e se encontrava desaparecido deste o domingo (17).  A jovem que tomou conhecimento do achado, seguiu com seu pai até o local, onde fez  o reconhecimento do corpo  através do short que  a vítima usava.Seria o mesmo do dia do desaparecimento, assim também como o boné preto e o chinelo havaiana que se encontrava ao lado do corpo .  Apenas o  boné estava um pouco mais afastado do corpo.Não foi encontrado sua carteira, seus documentos e o celular.A família informou que o jovem era um rapaz de bem, e que não bebia e nem tinha problemas de saúde.

As investigações ficarão por conta da Polícia Civil de Pedra Branca 

Portal de Notícia CE