quinta-feira, 6 de julho de 2017

Policia Ambiental realiza apreensão de armas e material de caça em Parambu


Com objetivo de coibir e fiscalizar a prática ilegal de caça de animais no interior do Ceará, o Batalhão de Polícia de Meio Ambiente, da Polícia Militar do Ceará, prendeu, na tarde de ontem (05), três suspeitos por posse ilegal de arma de fogo e crime ambiental. O Junto com os acusados foram encontradas seis espingardas, munições, materiais de caça, 13 animais da fauna silvestres e vários pedaços de cobras, tatus, veados e, o que chamou mais atenção, uma pata traseira de onça sussuarana, animal ameaçado de extinção. 

Toda essa fiscalização aconteceu na Serra do Meio, região sul do Ceará. Na localidade existe muita área verde e denúncias constantes da prática ilegal de caça. Os policiais militares começaram a averiguar as queixas e, logo, encontraram tais indícios. 


A quantidade de material apreendido e que era utilizado em caças chamou atenção, entre eles várias armadilhas para tatu, equipamento de visão noturna e lanterna laser.
Todo material apreendido juntamente com os presos foram conduzidos à Delegacia Municipal de Parambu, onde os acusados foram enquadrados de acordo como o Estatuto do Desarmamento e a Lei de Crimes Ambientais. Dois dos conduzidos foram encaminhados para a cadeia pública local e o terceiro pagou a fiança e está em liberdade provisória.


Fonte:Batalhão de Policia do Meio Ambiente