segunda-feira, 31 de julho de 2017

Liberados recursos para construção da CE-351,ligando Quiterianópolis a Parambu


Conjunto de ações de requalificação da malha rodoviária do Estado, o Ceará de Ponta a Ponta ganhou novo aporte nesta segunda-feira (31), quando o Governo do Ceará realizou a liberação de R$ 405,1 milhões para mais uma etapa do programa. Com o investimento, serão tratados cerca de 300 km das rodovias estaduais, beneficiando ao todo 27 municípios cearenses e 3,7 milhões de habitantes. O anúncio foi realizado pelo governador Camilo Santana, em solenidade no Palácio da Abolição, acompanhado pelo secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes.

Camilo Santana destacou que, até o próximo ano, o Ceará de Ponta a Ponta deve investir cerca de R$ 2 bilhões na melhoria de mais de 2 mil km da malha viária estadual, para contemplar todas as regiões. O governador lembrou que, desde 2015, já foram entregues 1.270,11 km de malha rodoviária restaurada, pavimentada e duplicada através do Ceará de Ponta a Ponta, e ressalta a importância do seguimento das obras para todos os setores da vida econômica do Estado.

Recursos

O investimento desta nova etapa do programa provém do Tesouro Estadual e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Deste pacote de obras, alguns trechos já estão em obras e outros, em licitação. Titular da Secretaria da Infraestrutura, Lucio Gomes enfatiza que a constante na requalificação das estradas estaduais nos últimos anos é o resultado de gestão equilibrada, capaz de manter recursos destinados ao Ceará de Ponta a Ponta. "O Ceará tem hoje em torno de 7,5 mil quilômetros de estradas pavimentadas. Então esse é um investimento bastante relevante. É preciso se destacar que não é possível num nível desses sem uma administração muito rigorosa na questão fiscal. Hoje nosso Estado é o de melhor situação fiscal no Brasil. É por isso que tem condições de alavancar recursos", expõe.

Mobilidade e desenvolvimento

Contando apenas as cidades interligadas diretamente por cada rodovia em obras, a população a ser beneficiada com ações do programa, até 2018, será superior a 5 milhões de cearenses. Todos os municípios estarão interligados com o Ceará de Ponta a Ponta, promovendo assim o desenvolvimento sustentável, construindo os caminhos para o desenvolvimento do turismo, da indústria e do comércio.

Nessa etapa do programa está incluida a liberação de 40 milhões de reais,para a construção da CE-351,trecho que vai ligar as cidades de Quiterianópolis e Parambu.



André Victor Rodrigues
Repórter / Célula de Reportagem