quinta-feira, 27 de abril de 2017

Polícia investiga caso de sequestro em Quiterianópolis

A Polícia Civil de Quiterianópolis investiga o caso de sequestro de duas jovens, que teria acontecido nesta cidade, na noite da última terça-feira,25.

O delegado titular deste Município, Adriano Queiroz, destacou que já começou ouvir as jovens e colher elementos que possam explicar o que aconteceu naquela noite.
“Estamos trabalhando com duas frentes de investigação para o caso: a de sequestro e outra de uma “ação não delituosa”, declarou.

Queiroz adiantou que na próxima semana se "debruçará" sobre o caso para que os fatos sejam esclarecidos o mais breve possível.

O caso
Duas jovens foram sequestradas, na noite de terça-feira,25, em Quiterianópolis. As vítimas são Andreia Cabral de Oliveira, 23 anos, e Larissa Moura.

De acordo com familiares de Andreia, o fato aconteceu por volta das 20h30, quando ela saia de uma partida de vôlei, no bairro Santa Clara, na companhia da amiga Larissa. Um elemento encapuzado e de jaqueta preta teria se aproximado no momento em que elas entravam no carro de Andreia, um pálio vermelho.

O elemento teria forçado Andreia circular por diversos pontos da cidade e por comunidades como Santa Rita e Sítio, próximas da Sede do Município. Amigos das jovens seguiram o veículo em diversas ruas da cidade. O elemento só teria liberado as jovens por volta das 23h, na localidade São Miguel.

“Primeiro, ele liberou Andreia, com o carro, e ficou com Larissa, lá no São Miguel. Eu já havia acionado a Polícia e fomos atrás de Larissa. Achamos ela, em pânico, próximo a uma igrejinha no São Miguel”, relatou Edilson, pai de Andreia.
Após o desfecho do caso, a jovem Larissa teve que ser levada para o Hospital e Maternidade Quitéria de Lima, devido ao estado emocional em que se encontrava.

Repórter Cícero Lacerda