segunda-feira, 6 de março de 2017

Câmara derruba vetos do prefeito a projetos aprovados pelo legislativo


A Câmara Municipal de Tauá realizou nessa segunda-feira,06,mais uma longa sessão,com debates e muitas votações.O destaque ficou por conta da votação de dois vetos do prefeito Carlos Windson,a projetos aprovados pelo legislativo.Os vetos chegaram ao legislativo desde o dia 22 de fevereiro e no entendimento do presidente,vereador Marco Aurélio,poderiam ir para a apreciação,já que contavam com os pareceres da comissão técnica.Alguns parlamentares não entenderam da mesma forma e foi colocado em votação um pedido de urgência,sendo aprovado.Em um dos pedidos houve o empate em 7 X 7 e o voto de minerva do presidente decidiu pela urgência.

O prefeito Carlos Windson vetou integralmente o projeto de lei 11,que dispõe sobre o percentual minimo de 50% dos cargos em comissão de livre nomeação e exoneração,destinado aos servidores de carreira.Após muita discussão o veto foi derrubado por 9 votos a 5.Votaram contra o veto os vereadores Fátima Veloso,Valdemar Junior,Felipe Viana,Antonio Coutinho,Vony Sousa,Wellinton Junior,Luis Tomaz,Williana e Ronaldo Filho.Foram a favor do veto os parlamentares Chico Neto,Edyr Lincon,Alaor Mota,Avelange Junior e Fátima Guedes.

O segundo veto do executivo,foi parcial ao projeto 12,que trata da alteração da lei municipal 2140,relacionada a realização de seleção para a contratação de servidores.A alteração foi proposta pelo vereador Felipe Viana,obrigando o Municipio a só fazer seleção através de provas e titulos.O veto do prefeito também foi derrubado por 10 votos a 4.

Outras matérias importantes também estavam na ordem do dia da sessão dessa segunda-feira.O projeto de lei do executivo que concede beneficios aos mototaxistas,para a isenção de pagamento da taxa de alvará,foi retirado de pauta,por conta da solicitação do vereador Avelange Junior.O prefeito apresentou o projeto propondo a isenção de 100% para motos com até um ano de uso,fazendo uma redução proporcional até 05 anos de uso.O vereador Luis Tomaz apresentou uma emenda,modificando o projeto,isentando do pagamento todos os mototaxistas com motos com até 05 anos de uso.Avelange entendeu que é preciso avaliar a emenda e pediu vistas do projeto.Já o projeto 17,também de autoria do executivo,foi retirado por conta do pedido de vistas do vereador Luis Tomaz.O prefeito propõe através da matéria a doação de 212 capacetes para os mototaxistas,o equivalente a um gasto de 15 mil reais.Luis Tomaz disse que vai apresentar uma emenda que ao invés de um,sejam doados dois capacetes para cada mototaxista.Os dois projetos deverão ser apreciados na próxima sessão.

CONFIRA A SESSÃO