quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Veja os erros mais comuns com dinheiro


Equívocos com dinheiro que podem sair caro

Erros financeiros podem lhe assombrar para o resto da vida. Não espere amanhã para recuperar as rédeas das suas finanças. A seguir, confira equívocos que você pode evitar para não ter problemas financeiros

Não fazer o planejamento das suas finanças

Ter um plano para quitar as dívidas e alcançar conquistas financeiras é obrigatório. Tente ter uma visibilidade de onde quer estar no curto, médio e longo prazo e estabeleça metas 

Dar valor a pequenas quantias

Sua avó dizia que "é de grão em grão que a galinha enche o papo". Nada mais atual. Pode custar apenas R$ 4 aquele refrigerante que você pede no restaurante, mas tudo soma. Você pode chegar a R$ 1 mil em um ano comprando café . Economizar R$ 50 por semana dá uma economia de R$ 2.400 no ano

Pegar dinheiro emprestado sempre

Se você precisa pegar dinheiro emprestado para fazer qualquer aquisição mais importante, nunca vai progredir. Você precisa estabelecer prioridades mais claras e não pode comprar tudo o que tem vontade. Adapte-se aos seus rendimentos. Cartão de crédito só é bom se você consegue pagar todo mês o valor inteiro das despesas, sem usar o crédito rotativo

Não ter uma poupança de emergência

Você nunca sabe o quanto faz falta uma reserva de emergência até precisar de uma. Ter uma soma equivalente a seis meses dos seus rendimentos guardados é um bom começo

Estar empregado e não guardar para a aposentadoria

Com a mesma função da reserva de emergência, uma importância guardada para a aposentadoria é essencial  

Não usar todos os benefícios de funcionário

Dê uma boa olhada no seu pacote de benefícios e aproveite tudo o que pode ser vantajoso para você. Produtos eletrônicos mais baratos, desconto na academia e melhores políticas para os seguros contratados podem ser muito econômicos

Aluguel ou financiamento imobiliário que não consegue pagar

Em um momento ou outro, pode acontecer de você perceber que a casa em que mora é cara demais para os seus ganhos. Se acontecer com você, pense em se mudar para um lugar menor

Pegar um financiamento estudantil sem saber se poderá pagá-lo

Claro que é bom estudar, mas antes de voltar aos bancos escolares pense bem se os juros são baixos e se será possível pagar depois o empréstimo

Carro não é investimento

Tenha muito claro que um carro é um passivo financeiro. Ele é caro, gera despesas e perde valor assim que sai da loja. Pior ainda é se você precisar se endividar para comprar um carro: você paga juros por um bem que já perde valor na hora em que foi comprado

Deixar-se enganar

Legal ou ilegalmente, o tempo todo haverá quem quer enganar você para levar vantagem. Nenhum investimento bom de verdade aparece do nada, com uma ligação telefônica ou um e-mail. Fique atento

Esquecer que a economia tem ciclos

Fazer dinheiro com ações pode parecer fácil. Mas deve-se lembrar sempre que os mercados têm altos e baixos. Não há exceções, o que varia é apenas a duração dos ciclos. Aceite estes altos e baixos como parte do processo de composição de um patrimônio

Pensar que você é invencível

Lembre-se que não importa quão bem-sucedido você possa ser, sempre se pode perder tudo em um piscar de olhos e acabar sem nada

Fonte:http://www.msn.com/pt-br